O sono dos bebês e a expectativa dos pais

Olá meninas!

O sono dos bebês e das crianças menores é sempre um assunto muito procurado aqui no blog. Isso porque, geralmente, os pais (principalmente os de primeira viagem, como eu) ficam bastante apreensivos se o bebê está dormindo o suficiente e se deveria ou não estar acordando durante a madrugada. Comigo foi assim. Eu tinha a expectativa de que minha filha dormisse “a noite toda” já a partir de 1 mês. Mas eu não poderia estar mais errada, afinal, dormir a noite toda nessa idade significa o bebezinho dormir apenas 4 horas seguidas (quando muito), por exemplo.

Hoje eu percebo que, antes de tudo, nós precisamos entender como funciona a evolução dos ciclos de sono dos bebês e que, embora exista um padrão esperado das crianças nos primeiros anos, conforme essa tabela da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) que já divulgamos, cada criança é única e existem aquelas que terão maior necessidade de atenção durante a noite. Algumas vão acordar mais vezes e precisarão de mais ajuda para voltar a dormir, outras não.

É fundamental sabermos, por exemplo, que no primeiro mês de vida o sono dos bebês ocorre em ciclos de três a quatro horas, independentemente de ser noite ou dia. E então até o quarto mês, em geral, o bebê vai se adaptando progressivamente à luz e fazendo um sono mais longo durante a noite. Os dados também são da SBP.

Ou seja, há bebês que logo nos primeiros meses fazem esse sono “mais longo” (que é diferente dos adultos) e outros que demoram mais tempo. O meu sobrinho Serginho, por exemplo, começou a dormir cerca de 5 horas seguidas por volta dos seis ou sete meses. Viu como não existe uma fórmula mágica? Cada bebê tem seu próprio tempo. Além disso, segundo o Grupo de Estudos do Sono da SBP, a transição para o padrão adulto de sono se inicia somente a partir dos 5 anos e vai até os 12 anos.

Eu e a Fabi já consultamos muitos especialistas sobre o sono dos bebês e das crianças e as dicas têm me ajudado muito, e até mudaram algumas das minhas expectativas quanto a minha pequena aqui em casa. Algumas dessas orientações:

1) O primeiro indício de que o recém-nascido está adequando o seu ritmo biológico ao dia de 24 horas é entre a 3ª e a 4ª semana de vida, quando fica mais agitado e chora, principalmente no final da tarde ou início da noite. É a chamada “hora da cólica”.

2) Principalmente até os seis meses, os bebês precisam dormir muito durante o dia e restringir esse sono pode prejudicar o sono noturno.

3) Geralmente, o sono noturno consolidado (de até 10 horas seguidas ou mais, por exemplo) só acontece após o bebê completar 1 ano e até os 3 anos.

4) A rotina é muito importante, pois ela representa segurança para os pequenos e os ajuda a “aprender” a dormir de forma mais tranquila. Então, manter uma rotina para a hora do sono é fundamental.

5) Segundo alguns especialistas, utilizar artifícios para que os bebês durmam (como o bebê só conseguir dormir no seio, mamando mamadeira ou embalado no colo ou no carrinho) pode causar problemas futuros (no meu caso, foi criado mesmo outro problema, como já contei aqui, mas isto não significa que você, necessariamente, terá o mesmo problema – você pode conseguir ensiná-lo a adormecer sozinho quando estiver maiorzinho).

Fontes: A evolução do sono das crianças, Por uma rotina de sono mais tranquila,  O que você precisa saber para seu filho ter uma boa noite de sono e Como minha filha parou de fazer meu peito de chupeta 

Meninas, como é essa questão do sono dos seus filhos na sua casa? O começo pode ser realmente cansativo para nós, mamães, afinal não estamos acostumadas a dormir poucas horas seguidas. Mas são fases, e tudo vai melhorar! Contem pra gente aqui nos comentários.

Beijos, da Mamãe Prática Mari

Foto: Sueli Zischler Photography

Este texto faz parte de uma blogagem coletiva do grupo Encontro de Mentes Maternas. Não deixe de ler os artigos dos blogs participantes e boa leitura:

Leticia Tomsik – Psicologa Infantil
Por Leticia Tomsik
Psicóloga infantil, analista do comportamento e proprietária do BEM VIVER. Consultório de Psicologia, em Valparaíso de Goiás. Casada com um tcheco e(ainda) sem filhos. Apaixonada pela família e pela sobrinha mais que especial Beatriz.

Mamy Antenada
Por Priscilla Aitelli
Gestante do coração há quase 3 anos, tentante há mais de 6. Bióloga de profissão. Carioca, criada em Joinville- SC. Atualmente mora em Florianópolis- SC com o maridão Silvio e com os filhos de 4 patas Dora e Minduim. Experiências pessoais e muita informações são compartilhadas de um jeito simples e divertido.

Mamãe Coach
Por Vanessa Braga
Mamãe do Raphael e também é uma profissional que deseja usar sua maternidade e profissão para trocar experiências e dicas, trazendo ferramentas para outras mamães, que assim como ela, sonham em ser uma mãe melhor a cada dia!

Mãe de 02
Por Laura Carvalho
Mãe do Jean Jr e João Felipe, tem muitas paixões e as maiores são escrever, ler, ouvir músicas, assistir filmes românticos, jogos, viajar, conversar, fazer novas amizades, comer massas, comida japonesa e chinesa e doces, principalmente muito chocolate. Juntado seus amores e o Amor pelos filhos surgiu o Mãe de 2, que fala de mãe para mãe, conta experiências, rotinas, vida de mãe, gestação e filhos.


Clube Mamãe PráticaCadastre-se no Clube Mamãe Prática para receber nossos posts e novidades!

11 ideias sobre “O sono dos bebês e a expectativa dos pais”

  1. Tenho gêmeas de três meses e eventualmente as duas conseguem dormir até 8 h seguidas durante a noite. Mas ainda não é um padrão… tem noite que acordam depois de quatro horas, às vezes seis e os sobrinhos nem sempre são coordenados, mas diante de relatos de algumas mamães considero que tenho sorte.

    1. oi Patricia, nossa, realmente duas bebezinhas de três meses e já estão dormindo até 8 horas seguidas, acho que você está com sorte kkk Talvez seja um sinal de que elas serão mais tranquilas nesse aspecto do sono, que bom! Beijos, Fabi

  2. Oi meu bebê tem 3 meses e aqui a rotina de dormir é um pouco mais tarde, entre 23h e 23:30h, esse é o horário que todos vamos dormir. Ele dorme em média 5 horas seguidas variando um pouco mais para um pouco menos. Acorda mama e volta a dormir de novo, mama de 2 a 4 vezes voltando a dormir novamente e despertando por volta de 9h/10h da manhã e assim vai o dia. Fica acordado por até 2h (as vezes menos) e dorme de 2h a 3h até a hora de dormir a noite de novo.

  3. O meu bebê tem 3 meses e acorda a cada 1h a noite e durante o dia não consegui dormir mais q 1h também! E como ele tem refluxo, depois da mamada fico cerca de 15 min com ele pata colocar no berço… Ou seja não consigo dormir quase nada e já é hora de levantar de novo… Estou exausta!!! Até neurologista eu já fui…

  4. Minha Rafaela dorme de 23:30 a 8h da manhã desde os 2 meses. Eu li o livro “Crianças francesas não fazem manha” e desde 3 semanas de vida fui tentando ensina-lá a dormir a noite toda. Não sei se a técnica deu certo ou se ela é muito boazinha ou se as duas coisas, mas ela não acorda de madrugada há muito tempo! Eu achei muito importante fazer isso pq sou uma pessoa péssima quando não durmo bem, eu não seria uma boa mãe, muito menos uma boa esposa se tivesse que passar noites e mais noites sem dormir rs. Pra mim deu muito certo! Rafaela tá ótima!

  5. A minha bebê tem 3 meses, de dia só tira cochilos de menos de meia hora, e dorme muito mal a noite, sempre acorda chorando, e depois que acorda sempre vai dormi depois das quatro da manhã.

    1. oi Ana Paula, puxa, sei bem como é cansativo. Mas ela ainda é bem novinha, logo vai começar a dormir mais horas seguidas. Boa sorte e obrigada pela sua mensagem. Beijos, Fabi

Deixe uma resposta