Novo exame para a Síndrome de Down na gravidez

Uma das principais coisas que precisamos fazer direitinho durante a gravidez são os exames de ultrassom solicitados pelo obstetra, pois são importantes para acompanhar a evolução e a saúde do bebê.

Lembro-me de ter ficado um pouco apreensiva quando fui fazer o primeiro ultrassom morfológico fetal, geralmente indicado entre a 11ª e a 14ª semana de gestação. Isso porque este exame é bastante detalhado e também identifica alterações genéticas no bebê, como a Síndrome de Down, que se caracteriza pela presença de um cromossomo a mais, o par 21, por isso essa síndrome também é conhecida como trissomia 21.

Felizmente, no meu caso, não houve sinal de alarme e o desenvolvimento do bebê foi tranquilo durante toda a gravidez!

Algumas pessoas, por diferentes motivos ou por indicação do obstetra, optam por realizar exames específicos para a detecção precoce de síndromes genéticas.

Recentemente, o laboratório Delboni Auriemo divulgou que passou a disponibilizar (para gestantes a partir da nona semana de gestação) o Teste de Trissomias Fetais, que é feito a partir da coleta de sangue da gestante, portanto, sem a necessidade de coleta intrauterina de material genético do feto.

O Teste de Trissomias detecta a ocorrência das síndromes genéticas mais comuns na população, como trissomias do 21 (Síndrome de Down), do 13 (Síndrome de Patau) e do 18 (Síndrome de Edwards), além da monossomia do X (Síndrome de Turner) e a triploidia.

O geneticista Gustavo Guida, consultor do Delboni Auriemo, explica que esse exame é, na verdade, um rastreamento genético. “Uma pequena parte do DNA do feto acaba atravessando a placenta e fica diluída no sangue da mãe. Nesta parcela, através da comparação da sequência do DNA, são identificados os cromossomos maternos e fetais. Sendo assim, é possível concluir se há alguma destas síndromes no bebê”, diz Guida.

É legal sabermos como a Medicina está evoluindo, não é mesmo? Se você está grávida e tem mais dúvidas ou receio sobre esse tema, lembre-se de conversar também com seu médico obstetra.

Um beijo, da Mamãe Prática Fabi

logo_clubeCadastre-se no Clube Mamãe Prática para acompanhar nossos posts e novidades!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.