Amamentar em público – Reflexão da Milena

602363_4398472953914_1426988305_nA blogueira Milena Formagio, do blog Mamãe aos 22, fala especialmente aos leitores do Mamãe Prática sobre sua experiência de amamentar em público. Com a palavra, a Milena:

Sempre achei a amamentação algo lindo e natural, nunca me senti constrangida em amamentar meu filho em lugares públicos. Ele era um bezerrinho e eu o amamentava em qualquer lugar com o máximo de descrição possível para não chamar muita atenção.

Na cidade da Milena

Luigi nasceu na Itália, lá a cultura é bem diferente do Brasil. As famílias saem com os bebês pra todos os lugares, logo os locais públicos são bem adaptados para bebês. Apenas alguns restaurantes não tinham fraldários. Viemos morar no Brasil quando Luigi tinha 6 meses; no avião e aeroporto foi tranquilo, havia fraldários e salinhas de amamentação. Confesso que não usava a salinha, amamentava aonde estivéssemos.

No Brasil passei por três cidades enquanto Luigi ainda era pequeno (antes de 1 ano): por São Paulo, São Luís e Fortaleza. Sempre andava com o carrinho, pois assim, quando precisava de fraldário e não tinha nenhum [no local], trocava o bebê no carrinho mesmo. Em todos os shoppings que fui tinha tanto salinha da amamentação quanto fraldário e um espaço para os bebês comerem com carrinhos pra alugar. Achei super tranquilo e fofo. O perrengue maior era realmente em restaurantes. Se na Itália alguns locais não tinham fraldários, no Brasil quase nenhum tinha! Daí tem que se virar mesmo!

“Sempre achei a amamentação algo lindo e natural, nunca me senti constrangida em amamentar meu filho em lugares públicos”

Cuidados

No começo, quando ele era pequenininho, eu era bem cuidadosa em ser discreta: sempre colocava paninho, algo em cima pra disfarçar e não constranger ninguém. Porém, quando ele foi crescendo, foi ficando tão normal [amamentar em público] que eu já não tinha tanto cuidado assim.

Hoje ele ainda mama, está com 21 meses. Eu o amamento quando quer, mas como come de tudo, ele raramente pede o peito quando estamos em público. Mas quando está com sono ou quer um carinho a mais ele pede e eu dou. Também naturalmente o amamento em público, mas tenho uma técnica que quase ninguém percebe que ele está mamando, pois viro o peito pra parede e ele mama sentadinho de frente pra mim. Faço isso pra deixá-lo mais na privacidade do seu momento de leitinho e intimidade com a mamãe.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.