Gravidez e pós-parto: como prevenir as dores nas costas

Olha, se tem uma coisa que me incomodou muito durante a gravidez foram as dores nas costas, principalmente no último trimestre (não tinha posição para sentar nem para dormir, tudo doía rs rs). Antes de engravidar eu nunca tinha tido esse problema, mas como ganhei muito peso na gestação elas foram quase inevitáveis. Depois, quando o Serginho nasceu as dores continuaram e até pioraram porque eu tinha que sempre abaixar para pegá-lo, trocar fralda, dar banho e segurá-lo no colo…

Se você que está lendo este post também está passando por isso, saiba que não está sozinha. Assim como eu e você, oito em cada 10 mulheres grávidas sofrem com dores nas costas (o termo médico é lombalgia). Mas a boa notícia é que é possível prevenir ou, pelo menos, minimizar essas dores!

O que causa a dor
Segundo o ortopedista Wilson Dratcu, que faz parte do Grupo de Cirurgia de Coluna Minimamente Invasiva do Hospital S. José da Beneficência Portuguesa de São Paulo, a gestação sobrecarrega a coluna das mulheres porque ocorre um aumento do peso fora do eixo de alinhamento natural do corpo. “E isso exige uma adaptação postural da gestante, forçando a musculatura para obter equilíbrio”, diz.

O médico detalha mais essa causa: “O peso do útero gravídico é anterior ao eixo mecânico da coluna e exerce uma força nessa região. A pessoa tem que se equilibrar, levando a parte superior do tronco para trás, ou seja, aumentando a lordose. Essa posição associada ao aumento do peso sobre a coluna pode criar a situação descrita”, explica Dratcu. No caso das mulheres que já tinham problemas de coluna ou vícios de postura, a chance de aumentar as dores nas costas durante a gravidez é maior.

Uma curiosidade: além da sobrecarga da coluna, durante gravidez ocorre a ação de um hormônio chamado relaxina, que é responsável por “afrouxar” as articulações para facilitar a passagem do bebê no momento do parto. Presente dez vezes mais em grávidas, a relaxina pode provocar, indiretamente, dor nas costas, tendinite, dor na pelve e até mesmo aumento do tamanho dos pés.

Como prevenir
Geralmente as dores nas costas melhoram depois do parto, mas é importante cuidar para que o problema não se torne crônico. Veja as dicas do especialista sobre como prevenir e minimizar as dores nas costas durante a gravidez e pós-parto:

  1. Evite o ganho excessivo de peso durante a gravidez. Não engordar muito ajuda a diminuir a carga sobre a coluna.
  2. Mantenha uma boa postura, preste atenção na maneira como você se senta, levanta, caminha e como dorme.
  3. Evite ficar muito tempo na mesma posição.
  4. Pratique regularmente atividades físicas aeróbicas e compatíveis com cada fase da gestação, como caminhada, natação e hidroginástica.
  5. Faça exercícios de alongamento e de fortalecimento dos músculos do tronco (abdominais e vertebrais). Manter boa flexibilidade da musculatura também diminui a pressão na região.
  6. Na fase final da gravidez, com o ganho de peso do bebê e sob o efeito dos hormônios próprios da gestação, evite fazer muito esforço, abaixar-se e carregar mais peso.
  7. Evite saltos altos, pois eles podem piorar o quadro de dores nas costas.
  8. Durma do lado esquerdo com um travesseiro entre as pernas.
  9. Aceite a necessidade de repousar e poupar esforços.
  10. Depois que o bebê nascer, preste atenção na sua postura na hora de amamentá-lo e carregá-lo, assim como quando for colocar o pequeno no berço, dar banho, trocar a fralda e outros cuidados.

Ah, encontrei esse vídeo no YouTube com dicas de como fazer alongamento e fortalecimento corporal na gravidez:

Mamães e futuras mamães, o bom é que, no final, tudo passa ou melhora, não é? Por isso, é importante tomar alguns cuidados para que possamos nos sentir melhor.

Beijos, da Mamãe Prática Fabi

Foto: Roberta Jardim

logo_ClubeMamaePratica

Cadastre-se no Clube Mamãe Prática para receber nossos posts e novidades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *