Dicas do blog Mamãe Prática para mamães empreendedoras

O post de hoje traz dicas para mamães empreendedoras ou que têm vontade de começar um projeto na internet. Há poucos dias as meninas do MOM’SA – Empreendorismo Materno nos convidaram para participar do Mom’SA Convida, um bate-papo online para contar a nossa experiência de mães empreendedoras e darmos dicas para outras mães sobre como escrever e desenvolver conteúdos bacanas na internet, já que, além de blogueiras, somos jornalistas e trabalhamos há mais de 18 anos com Jornalismo e Comunicação.

Além das dicas, falamos um pouco sobre a nossa carreira,  nossa rotina, os desafios da maternidade e do empreendedorismo materno. Você pode assistir o vídeo completo nesse link:

Vale dizer que quando criamos o blog Mamãe Prática, em 2013, nos vimos diante de um dilema: como adaptar as técnicas e princípios de Redação para o mundo da blogosfera materna? O principal desafio era escrever sobre nós mesmas, nossas experiências, dúvidas e anseios diante da maternidade, já que aprendemos que o repórter, em geral, não é a notícia, mas aquele que leva os fatos, seus diferentes lados e visões ao leitor.

Queríamos manter o nosso “DNA” de jornalistas. Mas como fazer isso diante de temas tão pessoais? Ao invés de lutarmos contra a nossa formação e experiência profissional, adquiridas em tantos anos, decidimos incorporá-las a essa linguagem que no início ainda era uma novidade para nós: o blog pessoal. E valeu muito a pena, pois cada dia é um aprendizado e, aos poucos, estamos construindo a nossa própria maneira de fazer um blog materno!

Então, aproveitando esse bate-papo com a querida Lúcia Stradiotti, do MOM’SA, deixamos aqui algumas dicas sobre como adaptar técnicas de jornalismo para o seu site ou blog, recursos que podem te ajudar a ter um conteúdo bacana, diversificado e com bastante credibilidade. Veja só:

5 técnicas do jornalismo que podem ajudar seu blog ou site

  1. Linguagem
    Para atingirmos o maior número possível de leitoras, precisamos nos comunicar bem com elas. Aí entra um princípio básico do jornalismo: evitar o uso de termos técnicos e priorizar palavras coloquiais, pois quanto mais seu texto for rapidamente entendido, mais você irá conquistar suas leitoras, afinal você quer que elas leiam seu texto até o final. E se você irá tratar de um tema muito técnico é importante explicá-lo da forma mais simples e didática possível. Exemplo: “Como proteger nossos filhos da dengue”
  2. Pirâmide invertida
    Repórteres costumam estruturar a notícia de acordo com a chamada “pirâmide invertida”, com o lado mais largo (a base) da pirâmide voltada para cima. Isto nada mais é do que começar seu texto com as informações mais importantes para, depois, detalhar ao longo do texto os diversos aspectos em torno desse fato principal. Assim, logo na primeira ou segunda frase do texto, precisamos incluir o chamado “lead” – a frase inicial que deve informar qual é o fato e as principais circunstâncias em que ele ocorre: “Quando?”, “Onde?”, “Como?” e “Por quê?”. A diferença no caso do blog é que, ao invés de tratarmos de um “fato”, podemos estar tratando de um assunto, dilema ou dúvida em torno da maternidade, e o lead pode aparecer entre os primeiros parágrafos. Exemplo: “Minha lista do Chá de Bebê (o que foi útil ou não)” e “7 Ideias para montar quarto de bebê para menina”
  3. Conteúdo próprio x terceiros
    Nunca use conteúdos externos sem autorização. No jornalismo, utilizar um conteúdo de outro autor sem solicitar seu uso e sem citar seu crédito é considerado um erro muito grave, digno de demissão. Por isso, você pode até fazer uma menção a determinado assunto e incluir um link que leve para o autor original, mas NUNCA deve se apropriar desse conteúdo como se fosse seu.
  4. Fontes de credibilidade
    Se você quer aprofundar um tema ou não se sente segura para detalhá-lo, consulte especialistas que lidam diariamente com esse assunto, como psicólogos, pediatras ou especialistas em amamentação, por exemplo. No blog Mamãe Prática, além de contarmos a nossa experiência (o que deu certo ou não pra gente), também fazemos questão de apresentar outras visões sobre o assunto e buscar informações atualizadas sobre o que queremos abordar. Exemplos: “5 dicas valiosas para fazer o desfralde com sucesso” e “Hora certa do desfralde”
  5. Recursos multimídia
    Fotos, ilustrações, vídeos e outros recursos visuais são muito interessantes para ilustrar os temas que você quer abordar. Aqui também é muito importante utilizar conteúdos autorizados e sempre fazer referência ao autor/origem do que está sendo mostrado. Uma dica é fazer parcerias com fotógrafos, por exemplo, para ilustrar seus posts com fotos bacanas e criar vídeos próprios com aplicativos para smarthpone e tablets. Exemplo: “35 itens do meu enxoval de bebê”

Querida leitora, esperamos que nossas informações sejam úteis para você. Você é uma mamãe empreendedora? Conte pra gente!

Beijos, das Mamães Práticas Fabi e Mari

Foto: Luciana Morassi

logo_clubeCadastre-se no Clube Mamãe Prática para receber nossos posts e novidades!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.