Como renovar a relação do casal depois da chegada dos filhos

Que a chegada dos filhos pode contribuir para dar uma esfriada na relação do casal não é nenhuma novidade (e também nenhum crime, né gente?). Todo mundo sabe que quando temos bebês ou crianças pequenas, muitas vezes, nosso mundo vira de ponta de cabeça (até no bom sentido…). Isso porque a nossa rotina muda completamente e as prioridades também. Se antes achávamos que tínhamos pouco tempo para dar conta dos inúmeros papéis que desempenhamos, agora que somos mães parece que as 24 horas do dia diminuíram pela metade. E onde fica o nosso parceiro nisso tudo?

Provavelmente, se você está lendo esse texto sente que está faltando algo na relação com o seu companheiro. Talvez sinta que estão um pouco distantes e que estão perdendo o interesse um pelo outro, que não têm mais paciência, que o cansaço e a rotina tomaram conta da vida de vocês… Infelizmente, isso acontece nas melhores famílias (risos). Mas não precisa ser assim! Ao contrário do que imaginamos, a chegada dos filhos pode ser uma oportunidade para o amadurecimento da relação do casal.

Claro que cada família e cada situação são únicas, mas esse post tem como objetivo trazer algumas dicas práticas e úteis para te ajudar (e inspirar) a dar uma renovada na relação com o seu parceiro, afinal o amor e a cumplicidade de vocês é a principal razão da família que vocês estão construindo juntos, não é mesmo?

Crie momentos descontraídos
Às vezes, a rotina cansativa, as inúmeras tarefas do dia, as preocupações e os cuidados com os filhos podem deixar o clima mais tenso. Uma sugestão é criar momentos simples e descontraídos para melhorar o humor! Você pode, por exemplo, deixar um bilhetinho bem-humorado para seu parceiro, mandar uma mensagem pelo celular ou ligar para dizer que está com saudade, preparar o prato que ele mais gosta, comprar um presentinho espontâneo ou uma nova lingerie. Também não deixem de se beijar e abraçar. Demonstrar carinho com pequenos gestos torna a relação mais leve e gostosa.

Abra espaço para a vida a dois
Sou a favor da espontaneidade nas relações, mas se a gente for esperar esse momento surgir (com tantos afazeres) nada acontece. Então, porque não fazer um esforço e estabelecer um dia, uma hora ou um momento para vocês dois? Vocês podem, por exemplo, combinar que vão tomar um vinho juntos toda sexta-feira a noite depois que as crianças dormirem ou escolher um dia do mês para saírem sozinhos (ir no cinema e jantar atualmente estão na minha lista de sonho de consumo kkk). Sei que para isso será fundamental pedir ajuda para alguém ficar com seus filhos nem que seja por algumas horas apenas (não se sinta culpada por isso).

Façam algo juntos
Uma ideia é fazer algo que vocês gostem, por exemplo, praticar atividades físicas juntos (como caminhar, correr, nadar ou ir pra academia); fazer um curso (de idiomas, de culinária ou outros); ou assistir uma série de TV ou filme juntos (aqui em casa a gente adora assistir às séries de TV a cabo na sequência).

Melhore a sua autoestima
Quando não nos sentimos bem com a gente mesma fica mais difícil abrimos espaço para o outro (falo por experiência própria). Então, que tal colocar na sua lista de prioridades fazer algo para você mesma (nem que você tenha que acordar mais cedo!), como voltar a fazer exercícios, ir ao salão de beleza, comprar um vestido novo… Quando estamos de bem com o espelho, temos mais ânimo e bom-humor, o que reflete diretamente na nossa autoestima e na relação com o nosso parceiro.

Cuide do outro
Você pode estar pensando: “mas eu já tenho muita coisa para cuidar e ainda tenho que me preocupar com o meu marido?”. Sim! Cuidar do parceiro aqui quer dizer prestar atenção, dar carinho, perguntar se está bem, se precisa de algo, fazer um agrado, ouvir o que ele tem a dizer. Vocês não faziam isso no início da relação? Com certeza esses momentos contribuíram muito para a decisão de vocês ficarem juntos e de criarem uma família, estou certa?

Comemorem juntos
Aproveite pequenas (ou grandes conquistas) para criar momentos prazerosos e especiais a dois, por exemplo, um curso que foi concluído, um aumento de salário, a compra de um carro ou imóvel, além de datas especiais como o dia que vocês se conheceram, o aniversário de casamento ou o Dia dos Namorados. Motivos para comemorar não faltam! E vocês podem aproveitar para sair pra jantar, ir ao motel ou fazer uma viagem.

Procure ajuda
Se você percebe que a situação tende a piorar e não está conseguindo sair do lugar, uma sugestão é procurar ajuda profissional, por exemplo, uma terapia de casal. Com certeza será uma oportunidade para vocês aprenderem a dialogar melhor, exporem seus sentimentos, mágoas e frustrações, além de renovarem a relação.

Querida leitora, se você chegou até o final desse texto pode estar pensando que gostou das sugestões, mas acha difícil colocar tudo em prática, ainda mais se você tem um bebê ou filho muito pequeno (eu te entendo!!). A minha sugestão é que você tente dar o primeiro passo. Não importa se você vai conseguir realizar tudo ou somente 10%, o importante é refletir sobre o tema é começar a mudar o que está te incomodando. Converse com o seu parceiro e boa sorte!

Beijos, da Mamãe Prática Fabi

Foto: Sueli Zischeler Photography

Este texto faz parte de uma blogagem coletiva do grupo Encontro de Mentes Maternas. Não deixe de ler os artigos dos blogs participantes e boa leitura:

Leticia Tomsik – Psicologa Infantil
Por Leticia Tomsik
Psicóloga infantil, analista do comportamento e proprietária do BEM VIVER. Consultório de Psicologia, em Valparaíso de Goiás. Casada com um tcheco e(ainda) sem filhos. Apaixonada pela família e pela sobrinha mais que especial Beatriz.

Mamy Antenada
Por Priscilla Aitelli
Gestante do coração há quase 3 anos, tentante há mais de 6. Bióloga de profissão. Carioca, criada em Joinville- SC. Atualmente mora em Florianópolis- SC com o maridão Silvio e com os filhos de 4 patas Dora e Minduim. Experiências pessoais e muita informações são compartilhadas de um jeito simples e divertido.

Mamãe Coach
Por Vanessa Braga
Mamãe do Raphael e também é uma profissional que deseja usar sua maternidade e profissão para trocar experiências e dicas, trazendo ferramentas para outras mamães, que assim como ela, sonham em ser uma mãe melhor a cada dia!

Mãe de 02
Por Laura Carvalho
Mãe do Jean Jr e João Felipe, tem muitas paixões e as maiores são escrever, ler, ouvir músicas, assistir filmes românticos, jogos, viajar, conversar, fazer novas amizades, comer massas, comida japonesa e chinesa e doces, principalmente muito chocolate. Juntado seus amores e o Amor pelos filhos surgiu o Mãe de 2, que fala de mãe para mãe, conta experiências, rotinas, vida de mãe, gestação e filhos.

10799609_753530831384867_836884265_nCadastre-se no Clube Mamãe Prática para acompanhar nossos posts e novidades!

4 comentários em “Como renovar a relação do casal depois da chegada dos filhos”

  1. Adorei as dicas.. Foram muito eficientes por aqui apesar de ninguém nos ter dado antes.. mas passamos por uma experiência diferente e por isso meio que “já sabíamos o que fazer”…
    Desde que nos descobrimos grávidos já tinham só essa preocupação de como seria o romance pós filho … mas por um motivo bem legal!!!
    Somos católicos praticantes e mesmo já tendo vivido experiências sexuais antes, quando decidimos nos casar, assumimos o compromisso de manter um namoro cristão (sem relações sexuais ou coisas do gênero ) até o dia do casamento. .. com isso aguardávamos ansiosos pelo casamento pois o noivado durou 1 ano. (1 ano.gente.. murri!kkkk)
    Mas isso foi muito legal… Porque quando eu descobri que tinha engravidado na lua-de-mel (não usamos preservativos porque não deu tempo kkkkk e eu já estava há 1 ano sem anticoncepcional .. Desde que ficamos noivos) nos entramos em pânico. . E agora???? Quando pensamos que íamos aproveitar Deus manda essa???
    Kkkkk não consigo lembrar que morro de rir de nos dois!!
    Mas Deus e sábio. . Como tínhamos muita vontade de aproveitar a intimidade que guardamos um pro outro… Nós nos preparamos para o depois.. aproveitamos durante a gestação. . E isso ajudou muito… (outra dica.. pra quem pode aproveitar.. aproveita!!!! Mantém a chama acesa e o bebê agradece!)
    Quando Alice nasceu é claro que passamos 30 dia surrados. . Mas assim que eu me senti “liberada” eu dei o primeiro passo.. lancei um charme.. cuidei da auto estima… mas porque já havíamos conversado muito sobre isso antes…
    E importante investir nisso desde a gestação! !!
    E no final.. sinceramente. .. Hoje com Alice as coisas vão melhor que antes. . Pois são investidas dos dois lados. ..
    É isso.. adorei relembrar….
    Kkkkkkkkk

    1. Oi Heloá! Interessante a sua história porque praticamente vocês ainda estavam em uma fase de descobertas e namoro quando a Alice foi encomendada kkk então acho que isso contribuiu para vocês manterem a chama acesa mesmo depois do nascimento da filhota. Obrigada por compartilhar a sua experiência aqui com a gente, com certeza serve de reflexão para outras leitoras. Beijos, Mari

  2. ain eu me identifiquei com praticamente tudo…

    eu nao sinto mas desejo sexual ,me sinto semprecansada ,com vontade 0!!

    e antes do filho eramos fogo puro.

    mas sei que o problema esta somente em mim..:(

    pq ele sempre me procura..

    1. oi Vanessa, é uma situação difícil mesmo, mas o importante é você tentar conversar com seu parceiro e, se for o caso, pedir ajuda também! Boa sorte! Beijos, Fabi

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.