Drenagem linfática ajuda a diminuir inchaço na gravidez (Central da Gestação)

Ânsia, vômitos, dores nas costas e inchaço, principalmente nas pernas e pés. Durante a minha gravidez, felizmente, posso dizer que fui sortuda: de todos esses desconfortos, apenas tive inchaço no final da gestação. Não cheguei ao ponto de ter que tirar a aliança ou comprar um sapato maior e acredito que o tempo frio ajudou – no dia em que a Manuela nasceu, a temperatura era de apenas 5 graus!

Mas sei que muitas gestantes sofrem com o inchaço nas pernas e pés. Para elas, é indicado redobrar os cuidados com a alimentação, realizar atividade física adequada e moderada (de acordo com a orientação médica) e, dependendo do inchaço, ainda é recomendado que a gestante faça sessões de drenagem linfática, uma técnica de massagem que auxilia na diminuição de edemas e inchaços que são provocados pelo aumento da retenção de líquido.

Para entender melhor como funciona a drenagem linfática, conversei com o fisioterapeuta Rodrigo Peres, coordenador da Central da Gestação, empresa que faz atendimento domiciliar às grávidas com serviços como a drenagem linfática. Olha só o que ele diz:

Qualquer grávida pode ser submetida à drenagem linfática?
Teoricamente, toda gestante pode ser submetida à técnica de drenagem linfática, mas vale lembrar que a avaliação e a indicação do obstetra são extremamente importantes. Se houver alguma contra indicação, como trombose venosa profunda, hipertensão, gravidez de risco e insuficiência renal, o médico não indicará que a grávida faça a massagem.

A drenagem pode ser feita a partir de qual semana de gestação?
Normalmente, o obstetra recomenda a partir do terceiro mês de gestação. O quadro clínico da gestante vai determinar se a técnica será aplicada até o final da gravidez, pois, em alguns casos, o tamanho da barriga dificulta a aplicação da técnica se tornando um incômodo para a gestante.

Qual a frequência de sessões indicada para a gestante?
Indica-se de uma a duas sessões por semana, de acordo com a avaliação do médico. Se a grávida estiver com muito inchaço começa-se com uma e aumenta para no máximo duas sessões por semana, pois drenagens muito frequentes e acentuadas podem levar à insuficiência cardíaca ou outras complicações cardiovasculares no feto. Toda sessão traz benefícios funcionais, porém nem sempre são perceptíveis e/ou visíveis, e a grande maioria das gestantes relata melhora a partir da segunda ou terceira semana.

A diminuição do inchaço na gravidez é percebida em quais regiões do corpo?
Na região de joelhos, pernas, tornozelos e pés são mais visíveis os resultados. Normalmente são as regiões que mais incomodam e, em casos de muito inchaço, podem limitar um pouco os movimentos.

A drenagem linfática ajuda a mulher a voltar ao peso normal após o parto?
A drenagem não é uma técnica específica para emagrecimento, porém, pelo fato de diminuir a retenção de líquidos nas áreas do corpo que estão propensas ao acúmulo de gordura, acaba acelerando o metabolismo e favorecendo a queima dos estoques de gordura.

Sobre a Central da Gestação
Especializada no atendimento domiciliar às gestantes, a Central da Gestação conta com uma equipe de fisioterapeutas especializada. Com o conceito de conforto e bem-estar, a empresa facilita a vida de muitas gestantes, que podem fazer em casa tratamentos como Drenagem Linfática, Fortalecimento e Postura (Reeducação Postural Global para grávidas) e Massagem para aliviar dores nas costas, na lombar e em ombros lesionados. A Central da Gestação está presente em oito cidades brasileiras: Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Curitiba, Porto Alegre, Santos, São Paulo e Rio de Janeiro.

Site: http://www.centraldagestacao.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/CentralDaGestacao
Instagram: https://instagram.com/centralgestacao/

Meninas, vocês tiveram muito inchaço na gravidez? Estão passando por isso? Adorei a possibilidade de fazer massagem e drenagem linfática em casa!

Beijos, da Mamãe Prática Mari

Foto: Divulgação/Central da Gestação

Série no blog Mamãe Prática!
Este post faz parte de uma série especial que fizemos com as orientações dos fisioterapeutas da Central da Gestação. Confira:
Para gestantes: massagens e outros serviços em casa
Drenagem linfática ajuda a diminuir o inchaço na gravidez
Dicas de cuidados na gravidez
Sequência de alongamento para gestantes
Como cuidar da postura e fortalecer a musculatura na gravidez
Como cuidar do bebê sem prejudicar a coluna

Selo de Post Patrocinado

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.