alergia ao ovo

Crianças com alergia ao ovo

Olá meninas, muitos pais têm dúvidas quando suspeitam que seus filhos têm alergia ao ovo. Por isso, pedimos para a nossa colunista, a pediatra Jaqueline Toscano, detalhar pra gente tudo sobre esse tipo de alergia: o que pode ou não comer, como fazer o diagnóstico e os principais sintomas. Especializada em Alergia e Imunologia, a Dra. Jaque, como é conhecida, também é autora do perfil @alergiacomdrajaque no Instagram, Com a palavra, a nossa colunista:

Crianças com alergia ao ovo

O ovo está entre os alimentos mais comuns causadores de alergia alimentar na infância e, junto com esse alimento, estão também o leite, a soja e o trigo. Mas para desenvolver a reação alérgica a qualquer um desses alimentos, a criança precisa ter a predisposição genética, ou seja, ter no seu DNA características que poderão levá-la a desenvolver a alergia ao ter contato com esses alimentos, em qualquer momento da vida.

No caso do ovo, a sua parte mais alergênica é a clara, sendo os principais causadores da alergia as proteínas ovoalbumina e ovomucoide, e esta última resulta em uma reação alérgica mais grave. Mas a criança que apresentar alergia ao ovo não deve ingerir nem a clara nem a gema! Isto porque algum resíduo das proteínas da clara pode permanecer na gema, mesmo separando-as, e causar reação alérgica.

Muito cuidado

Uma boa notícia é que algumas pessoas apresentam reação alérgica somente ao ovo cru, cozido ou frito e não quando ingerem bolos, por exemplo. Isto ocorre porque as proteínas do ovo são quebradas a altas temperaturas, não sendo dessa forma reconhecidas pelo corpo como alergênicas.

Mas, em geral, com o diagnóstico desta alergia, não se deve ingerir ovo nem nada que o contenha (exceto, portanto, os casos em que a criança for tolerante a alguns produtos). Além disso, os pais também precisam ficar atentos às embalagens dos alimentos industrializados: palavras como binder, coagulante, albumina, qualquer palavra que comece com “ovo”, lisozima e emulsionante podem indicar que o produto contém ovo. Por isso, a atenção nos rótulos dos produtos é indispensável.

Ainda é importante lembrar que quem apresentar alergia ao ovo não deve tomar as seguintes vacinas: tríplice viral, vacina da gripe e da febre amarela, pois são vacinas que utilizam a clara do ovo quando são fabricadas.

Diagnóstico

O diagnóstico da alergia ao ovo é feito através da própria história clínica, podendo ser confirmado com teste de provocação oral (feito em ambiente hospitalar, com equipe capacitada e se a pessoa não tiver história prévia de reação alérgica grave com o alimento em questão); teste cutâneo ou IgE específica para o ovo (um exame de sangue que irá verificar se a IgE – um marcador para presença de alergia – para o ovo está elevada, o que juntamente com a história clínica fecharia o diagnóstico de alergia).

É importante lembrar que mesmo em crianças sem história de alergia alimentar, a dosagem de IgE específica pode estar elevada e ela não ser alérgica, ou seja, a criança pode apresentar IgE postivo para algum alimento, mas não desencadeia reação ao ingeri-lo. Nestes casos, a restrição alimentar não deve ser feita e isto não indica que ela terá uma maior predisposição a desenvolver alergia a tal alimento.

Sintomas
Os sintomas mais comuns da reação alérgica ao ovo são as lesões cutâneas, como a urticária e o angioedema (inchaço que acontece nas camadas mais profundas da pele), podendo até causar reações mais graves e com acometimento de outros sistemas, como diarreia e falta de ar. Além disso, inchaço da língua e/ou garganta (edema de glote) pode acontecer em crianças, indicando reações de maior gravidade. Já a pressão baixa também pode ocorrer em crianças, porém não é tão comum quanto em adultos.

Sinais de que seu bebê pode ser alérgico ao ovo:
– Lesões de pele, como urticária e eczema (inflamação também conhecida como dermatite)
– Vômitos
– Diarreia
– Sintomas respiratórios (como rinite ou falta de ar)

Estes sintomas não precisam estar presentes todos ao mesmo tempo e costumam ocorrer de minutos a horas após a ingestão do ovo.

Atualmente, a Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda que o ovo inteiro (clara e gema) já pode ser introduzido no cardápio dos bebês após 6 meses de idade, podendo estar presente diariamente nas refeições. De qualquer forma, é sempre muito importante seguir a orientação de seu pediatra.

Dra. Jaqueline Toscano:
Dra. Jaqueline Toscano:

A pediatra Jaqueline Toscano, autora do perfil @alergiacomdrajaque no Instagram, conta que sempre foi apaixonada por crianças e com 12 anos já decidiu o que eu queria ser quando crescer: pediatra! Também especializada em Alergia e Imunologia, ela diz que é muito gratificante ajudar as crianças com imunodeficiência e acredita que os pais têm papel fundamental na melhoria da vida de seus filhos alérgicos.

A Dra. Jaque já participou aqui no blog com muitos outros temas, como alergia a cães e gatos, rinite alérgica e varicela. E você já ouviu falar da campanha #poenorotulo? Veja aqui.

Meninas, vocês têm filhos com alergia ao ovo? Contem pra gente!

Beijos, da Mamãe Prática Mari

Foto: freeimages.com

Clube Mamãe PráticaCadastre-se no Clube Mamãe Prática para receber nossos posts e novidades!

40 comentários em “Crianças com alergia ao ovo”

  1. Meu bebe esta com um ano e 1 mes elr tem alergia ao ovo quando e ingerido sozinho.. pq quando ele come bolo ou pao nao da reacao nenhuma.. Mais agora o medico mandou cortar td o que tem ovo e nao sei como fazer isso.. O que posso dar pra ele comer que nao vai ovo

    1. Olá Andreia!

      Felizmente, hoje você encontra na internet diversas receitas sem ovos. Um exemplo é esta receita de bolo de fubá que já divulgamos no blog: Receita de bolo de fubá sem ovo

      É importante que ela tenha uma alimentação saudável, como explica a nutricionista Flávia Montanari neste outro post: “Alimentação infantil: o que não pode falar“. Portanto, você tem outras opções de proteína animal, além do ovo, como carnes, aves e peixe. Segundo a nutricionista, “As carnes vermelhas, brancas e miúdos possuem ferro de alta biodisponibilidade e, portanto, previnem a anemia”.

      Beijos, da Mamãe Prática Mari

  2. Minha filha deu no exame ige que ela tem leve alergia ao ovo.. Clara do ovo.. El come ovo nao tem reaçoes … Pq no exame dela deu alergia? Ela vive tendo gases e prisao de ventre.. Mas da sem mesmo ter comido ovo.. E qnd ja come ovo nao da nada.. Entao nao seinse pode ser algum sintoma de alergia os gases… O que vc me diz sobre isso?

    1. oi Evelly, tudo bem? Enviamos a sua dúvida para a Dra. Jaqueline que respondeu o seguinte:
      “O teste de ige específico pode dar falso positivo (resultado positivo mesmo a criança não sendo alérgica). Se ela ingere o ovo e não apresenta nenhum sintoma, não há motivos para suspender o ovo da dieta. O fato de ter dado positivo não indica que ela terá mais chance de desenvolver alergia ao ovo do que a população geral. Os gases não têm relação com a alergia ao ovo.
      Beijos”

  3. Ola meu filho era alergico a ovo descobrimos quando ele tomou a vacina de 9meses…depois disso nao dei mais ovo pra ele…fez wxame mais nao acusava alergia…ele sempre comeu pao,macarrao,bolo e nunca deu reaçao…hj ele tem 3anos e desde o final do ano dei ovo pra ele por que a medica mandou dei a clara e depois a gema e graças a Deus nao teve nada…desde entao ele come ovo toda semana kjkkkkele adora….minha duvida é que ele nunca tomou a vacina da gripe e esse ano a medica mandou dar pq ele ja come ovo…queria saber se mesmo ele comendo ovo ele pode apresentar reaçao?tenho muito medo pq a enfermeira me disse que ele corre o rosco de ter choque anafilatico mesmo ja ingerindo o ovo….aguardo resposta
    Obrigada

    1. Olá, Natália!
      Este ano a ASBAI (Associação Brasileira de Alergia e Imunologia) lançou um comunicado liberando a vacina da gripe para crianças que são alérgicas ao ovo, já que a quantidade de ovo nesta vacina é muito pequena.
      Logo, posso orientá-la, com respaldo da ASBAI, que ela pode ser vacinada contra a vacina da gripe .
      Fiz uma postagem com maiores explicações sobre a vacina da gripe e alergia ao ovo no meu instagram alergiacomdrajaque. Confere lá! 🙂
      Beijos

  4. olá Doutora, meu filho foi diagnosticado hoje com alergia a clara do ovo, gostaria de saber se macarrão, ovo frito , e alimentos que contém os traços da clara do ovo como bolo que são preparados a uma certa temperatura, se alimentos cozidos e fritos são perigosos para ele já que o Doutor, muito atencioso por sinal disse que alimentos preparados assim não oferecem risco mas gostaria de saber sua opinião e também a respeito das vacinas meu filho tem 2 anos e algumas vacinas ela frente desde de já agradeço.

    1. Olá Wilton. Enviamos a sua dúvida para a Dra. Jaqueline Toscano que esclareceu o seguinte: “Geralmente crianças com alergia ao ovo não toleram apenas o ovo em si. Quando levado a altas temperaturas, como no preparo de bolos, elas GERALMENTE toleram, não apresentando nenhuma reação alérgica.
      Com relação às vacinas, deve-se ter cautela com a tríplice viral, antiinfluenza e febre amarela”.

      Esperamos ter ajudado, um abraço, da Mamãe Prática Fabi

  5. Dra. a minha filha tem 1 ano e 5 meses e descobrimos a alergia a ovo após a tríplice viral, pq antes ela comia ovo, mas após a vacina se ela ingerir uma pequena quantidade de ovo ela empola toda em menos de 10 minutos… Ela tomou a tríplice viral pelo SUS e eu queria dar a 2ª dose pelo particular, mas já desisti, porém fico com uma situação difícil pq alguns pediatras dizem que se a criança pegar catapora só com a 1ª dose, tem grande risco de morte, porque corre o risco da catapora pegar muito forte, isso confere? E eu trabalho fora e minha filha fica na escola o dia inteiro. Pode me dar sua opinião??

    1. Olá Leiliane!

      Segue a resposta da Dra. Jaqueline Toscano para a sua dúvida:

      “Olá Leiliane. Nunca ouvi falar sobre tomar apenas uma dose da vacina da catapora e isso resultar em uma infecção mais grave, caso ela a adquira. Entrei em contato com uma amiga pediatra e que inclusive trabalha em posto de saúde, no setor de vacinas, que também desconhece esta informação. O ideal realmente são as 2 doses, conferindo maior proteção. Algumas crianças já podem ficar protegidas com apenas uma dose. Tanto com uma ou com as duas doses da vacina, caso ela venha a desenvolver a catapora, esta será mais leve, com poucas lesões e menor risco de complicações.”

      Abs

      Mamãe Prática Mari

    1. Olá, Claudia! Primeiramente uma pergunta: sua filha apenas tem o teste alérgico para ovo positivo ou além disso ela tem sintomas alérgicos ao ingerir o ovo. Caso seja apenas o resultado positivo e ela não apresente sintomas, ela pode continuar comendo ovo, sendo a chance dela em desenvolver a alergia ao ovo a mensa da população geral (o fato de o teste ser positivo não aumenta a chance de ela ser alérgica). Mas, se ela tem sintomas, ela realmente NÃO deve ingerir ovo.
      Sempre oriento às mamães com filhos com alergia alimentar que elas precisam passar a ser leitoras de rótulos. Tudo o que for comer tem que olhar se está presente ovo ou um daqueles nomes que cito ao longo do texto. Geralmente, crianças com alergia ao ovo toleram ingestão de ovo quando este é exposto a altas temperaturas, como é o caso de bolos.
      Beijos

  6. Meu filho tem alergia a ovo , leite e tem refluxo ele tem 3 anos e 2 meses sofro muito por q ele sente crises direto respiratorio e a alimentação dele é muito restrita e tem anemia e está desnutrido estou muito preocupada queria saber o q posso dar pra meu filho se alimentar para repor as vitaminas dos alimentos q ele não pode comer?

    1. Olá Maria Iraneide! Puxa, imagino como deve ser difícil, ainda mais agora que seu filho já deve frequentar festinhas e a casa dos amiguinhos. O ideal é que você leve seu filho para uma avaliação com pediatra e nutricionista infantis. Esses profissionais poderão indicar a melhor vitamina para seu filho, além de recomendar quais alimentos ele pode consumir para ajudar na questão nutricional. Boa sorte querida! Beijos, da Mamãe Prática Fabi

  7. Dra quando criança tive testes alérgicos positivos a alergia a ovo. Hj estou com 41 anos nunca tomei febre amarela nem a da gripe por medo.já tomei tríplice e rubéola. Como ovo pão etc.. Não sinto uma alergia de urticária etc. As vez o olho coça mas nem sei se e pelo ovo.mas não tomei a vacina.

  8. Meu filho tem 6 meses e duas vezes q dou ovo ele vomita aqui na minha cidade foram encontrados macacos mortos e intensificaram a vacina da febre amarela e ele com 7 meses pode tomar estou na dúvida seráque ele tem alergia a ovo?Não sei oque fazer com respeito a vacina.obg

    1. Olá Flávia! Enviamos a sua dúvida para a pediatra Jaqueline Toscano que esclareceu o seguinte: “Geralmente a alergia a alimentos se dá por reações cutâneas (na pele), como urticária. Pode acontecer, mas não é comum a alergia ao ovo se manifestar com sintomas gastrointestinais. Sugiro que você procure um alergista para diagnóstico. Caso a suspeita de alergia alimentar se confirme, seu filho não deverá tomar a vacina contra febre amarela e a prevenção deve ser mecânica (com roupas e mosqueteiros), além do uso de repelente”.

      Espero ter ajudado! Beijos, da Mamãe Prática Fabi

  9. Ola…
    Moro no Rj, e começou a vacina contra a febre amarela, minha filha quando tomou a vacina da gripe não se deu bem. Ficou bem ruizinha, acredito q pelo fato de ter o ovo, mas ela como bolo, ovo frito, ovo cozido. Dou ou não a vacina contra febre amarela. ?

    1. oi Michele, o ideal é que você possa consultar o pediatra da sua filha para avaliar se ela precisa ou não tomar a vacina da febre amarela. Como qualquer vacina, pode dar alguma reação, mas logo passa. Beijos, da Mamãe Prática Fabi

  10. Nossa fiquei muito curiosa! Meu filho é alérgico ao ovo, proteína da vaca e até a carne vermelha. O ige da clara de 2 mil e tal…eu fritava um ovo em casã e ele já começava a coçar os olho e tossir. Nunca dei nenhum alimento com ovo e /ou proteína da vaca. Agora existe mesmo esta possibilidade do ovo no bolo não oferecer riscos??? Ele costuma utilizar o hixizine e o predisin. Como seria a forma mais correta de oferecer um bolo e saber a reação??? E qual seria o preparo para crianças alergicas a clara do ovo para tomarem as vacinas da tríplice e febre amarela. Muito preocupada com ele sem estas vacinas.

  11. Olá Cissa! Enviamos o seu comentário para a Dra. Jaqueline Toscano, pediatra, que fez o seguinte esclarecimento, espero que ajude! Beijos, da Mamãe Prática Fabi

    Dra. Jaqueline:
    “Existe essa possibilidade de quando o ovo for exposto a altas temperaturas o paciente alérgico não fazer reação, como é o caso do ovo no preparo de bolos. Se o IgE para ovomucoide for positivo, ele não tolera. Sendo negativo, ele pode ou NÃO tolerar ingerir o bolo. Não temos como dar a certeza. Como a alergia do seu filho é alta e somente o fato de ele estar no ambiente que se está fritando o ovo ter uma reação, o recomendado é que ele não coma nenhum produto que contenha ovo, mesmo bolos.

    Com relação às vacinas, nem todas as tríplices (existem vacinas de vários fornecedores) são contra indicadas. O ideal seria se informar com o posto próximo à sua residência para saber se a vacina que eles oferecem pode ser ou não aplicada em alérgicos ao ovo.
    Já a vacina da febre amarela realmente é contra-indicada em pessoas alérgicas ao ovo, estando indicado a proteção mecânica, como mosqueteiros e também o uso de repelentes”.

  12. Olá
    Minha bebê tem 2 meses e observei que a mesma tem crises de cólica e diarréia toda vez que como ovo.
    Existe a possibilidade dela ter alergia a ovo?
    Obs:
    No dia 11 de setembro ela tomou a vacina de 2 meses desde então ela está tendo dificuldade de evacua.
    Me ajudem.

    1. Oi Helaine, sua bebê é muito novinha e está justamente no período em que as cólicas são comuns em bebês, além da constipação. O intestino dos bebês vai amadurecendo e se “adaptando” aos alimentos ao longo do primeiro ano (principalmente após a fase de amamentação exclusiva que vai até os seis meses). O ovo é um dos alimentos que mais causam alergia alimentar nas crianças, por isso, a introdução deve ser gradual e de acordo com a orientação do pediatra.
      O ideal é que você faça a avaliação com o pediatra da sua filha.
      Beijos, da Mamãe Prática Fabi

  13. Boa noite hj demos um ovo cru pra minha bebe de 7 meses brincar e quebrar uma crendice de que assim o dente saia mais rapido, fiz a brincadeira sem medo por ela ja ter comido ovo e não mostrar reação no entanto, em questão de minutos a alergia apareceu na pele dela, minha sogra ja tinha em casa o medicamento usado dias antes em meu sobrinho tbm de 7 meses pelo mesmo motivo…mas ainda tem sinais no corpinho dela o que mais posso fazer devo ficar preocupada?

    1. Oi Mariadas Dores. Pelo que entendi sua filha não ingeriu o ovo cru, apenas tocou nele como uma brincadeira. Talvez isso possa ter causado uma reação alérgica, mas é importante você observar se ela continua com alergia na pele e, se for o caso, levá-la para a avaliação de um pediatra. Beijos, da Mamãe Prática Fabi

  14. Olá
    A alergia pode aparecer a qualquer da vida, mesmo já tendo tido o contato prévio com o alimento. Pelo ocorrido houve mesmo ondesenvolvkmrnto de uma alergia ao ovo. Oriento que procure um alergista

  15. Boa tarde. Minha filha de 7 meses comeu um pouco de pudim que continha ovo e clara cozidos. Demos a ela de meio dia e a noite e dia seguinte estava toda vermelha e com manchas espalhadas no corpo. Será que pode ter sido do ovo? Se for quer dizer que ela pode ser alergica ao ovo, ou apenas a clara, já que ela ė muito novinha e a clara contém substâncias que causam alergias. Será que depois de 1 ano de idade quando tiver mais imunidade pode mudar?

    1. Olá Michele! Enviamos a sua dúvida para a pediatra Jaqueline Toscano que respondeu o seguinte:
      “A alergia ao ovo é mais comum ser por conta da Clara, mas pode ser tb pela gema. A alergia devido à alimento tem até 24h para surgir após ingestão. Logo, pode sim ter sido ao ovo do pudim, já que pelo seu relato ela deve ingerir leite, sem problemas.
      Alergia ao ovo tb é mais comum com a ingestão do ovo em si, não havendo quando está presente em bolos e pudins, por exemplo, quando o ovo é exposto a altas temperaturas e quase todas as suas proteínas são quebradas.

      Mas dependendo da proteína do ovo a qual ela é alérgica, ela pode sim ter alergia ao ingerir bolos e pudins.
      A alergia ao ovo, na maioria das vezes, se resolve com a idade.
      O ideal é que procure um alergista para realização de testes”

      Esperamos que esse esclarecimento possa te ajudar. Beijos, da Mamãe Prática Fabi

  16. Olá, quando minha filha tinha 2 anos fez um IgE específico para ovo e deu que ela era alérgica ao mesmo, porém como ela sempre comeu ovo, aliás é o que ela mais gosta e como sempre, devido e esse resultado ela nunca tomou a vacina da gripe e nem febre amarela, mas tomou a tríplice e agora está tendo um surto e fico com medo de dar a vacina, mesmo ela sempre comendo ovo! Preciso fazer outro teste?

    1. Oi Viviane, o ideal é que você conversa com o pediatra da sua filha para fazer novos exames e uma nova avaliação, pois a vacina da febre amarela é contra-indicada para pacientes com alergia à ovo. Entendo que ele esteja comendo o ovo, mas nesse caso melhor avaliar com o médico. Beijos, da Mamãe Prática Fabi

    2. Se ela come o ovo e não tem reação, mesmo que o exame positivo significa que ela é apenas sensibilizada ou o resultado é falso positivo. Pode até repetir, mas não é contraindicação para a vacina. Apenas seria se ela ingerisse o ovo e apresentasse reação

  17. Olá minha bebê completou 9 meses e tem que tomar a vacina da febre amarela…porém depois de alguns testes ela apresenta reação alérgica apenas quando ingere o ovo cru ( clara em neve)…ela come ovo cozido e derivados e não dá reação alguma. Já conversei com o Pedi dela ele disse q ela pode sim tomar a vacina…Porém como mãe estou muito medo de levá-la para vacinar. O que faço??? Obrigada.

    1. Olá Aline, segue a resposta da pediatra Jaqueline Toscano: “O mais comum na alergia ao ovo é a criança tolerar ingerir o ovo quando levado a altas temperaturas (algumas vezes nem assim a criança tolera) e isto não indica que a criança não seja alérgica. Se a criança não está em área de risco e é alérgica ao ovo, o ideal é não tomar a vacina. Porém, se em área de risco, o ideal é que ela tome a vacina em centros especializados chamados de CRIE. Lá ela terá o aparato necessário caso venha a ter alguma reação alérgica consequente a vacina”.

      Espero que possamos ter ajudado. Beijos, da Mamãe Prática Fabi

  18. Boa noite! Gostei tanto da matéria quanto dos comentários. Muito esclarecedores. É angustiante para nós, mães, pais e responsáveis, lidar diariamente com crianças alérgicas. Meu filho possui alergia à clara e à gema, além de ácaros e pelo de gato, todos com ig exorbitantes, acima de 100. Fora outras suspeitas minhas… É a rinite diária e a asma constante. As urticárias e a dermatite atópica sem controle. São os constantes nãos para os bolos, bichinhos de estimação e para tudo aquilo que possa agravar sua alergia. São as horas gastas a mais em supermercados para ler todos os rótulos… As idas e idas ao pediatra. É difícil para ele e muito dolorido para mim negar aquele bolo de chocolate desejado por ele e o bichinho de estimação. Mas tudo que tento dia após dia é melhorar a qualidade de vida, diminuindo os sintomas alérgicos de meu pitoco. Mas é difícil.

    1. Oi Sarita, obrigada pelo seu depoimento! Imagino como deve ser difícil, mas que bom que vocês estão conseguindo lidar com as alergias do seu filho. Espero que com o tempo tudo melhor, quem sabe… boa sorte querida. Beijos, da Mamãe Prática Fabi

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.