15 frases e situações que tiram toda mãe do sério (a #11 é a pior delas)

Se você está prestes a se tornar mãe, é mãe de primeira viagem ou mesmo se já tem uma longa experiência nessa área, talvez já tenha percebido que um dos maiores desafios da maternidade é lidar com tantos palpites, comentários e pitacos que as pessoas adoram dizer para quem é mãe, mesmo quando não pedimos qualquer opinião (oi??).

Tudo bem que muita gente só quer ajudar e até acha que está fazendo um comentário para te dar uma força, mas o que acontece é que na maioria das vezes esses pitacos não agregam nada e só deixam a gente mais irritada e até sem graça. Isso também acontece com você?

Para evitar conflitos de família ou entre amigas, acho que a melhor saída é levar a situação com bom humor: faça cara de paisagem, mude de assunto, finja que não ouviu ou até dê uma de louca e concorde com o que a pessoa diz, balançando a cabeça (risos). Assim a gente se estressa menos e concentra a nossa energia no que importa!

Pensando em muita coisa do que já ouvi e vivi até agora nessa grande aventura que é a maternidade (e também no que vejo por aí), selecionei 20 frases comuns que tiram toda mãe do sério. Você concorda? O que mais incluiria nessa lista?

  1. Nossa, desse tamanho e ainda está mamando?
    Ainda bem né gente! Sorte dessa mãe que conseguiu amamentar por um bom tempo, já que nem sempre o aleitamento materno é algo fácil. E se o bebê já está grandinho e continua mamando, ótimo pra ele!
  1. Ai que pena, não conseguiu amamentar?
    Essa é uma das piores coisas que uma mãe pode ouvir, principalmente se ela não amamentou porque teve muitas dificuldades. Quem faz um comentário desse sobre amamentação devia entrar numa lista negra (risos).
  1. Tão grande e ainda chupa chupeta!
    Outro dia estava com meu filho no supermercado e um senhor (que nunca vi na vida) passou por mim e disse que meu filho já estava grande para usar chupeta. “Meu senhor, não se preocupe, ele não chegará na sua idade com a chupeta! ”.
  1. Essa criança está muito mimada.
    Toda criança tem momentos de birra, de cansaço, de dengo, mas chamar uma criança de mimada é rotulá-la por algo que pode ser ruim pra ela no futuro, afinal, como ela vai internalizar esses comentários?
  1. Seu filho é tão magrinho (ou tão gordinho).
    As pessoas adoram observar quem está gordo ou magro, uma obsessão pelo peso, né? Quando dizem que meu filho está muito magro sempre digo que, segundo a pediatra, o peso dele está na média para a idade.
  1. Seu bebê chora muito, será que seu leite é fraco?
    Ai que nervoso! Primeiro porque a amamentação é algo tão delicado, um momento muitas vezes difícil para a mãe, e questionar a qualidade do leite de uma mãe deveria ser proibido. Além disso, dizer que o leite é fraco é um equívoco, não existe leite fraco.
  1. Que bebê lindo, deixa eu pegar?
    Principalmente no caso dos recém-nascidos e bebezinhos. Por que tanta gente gosta de ir logo beijando o bebê e pegando nas mãozinhas? O povo é sem noção (risos).
  1. Quando você vai encomendar o segundo, ou terceiro?
    Então, deixa eu te contar, não sei! Esse é o tipo de pergunta que somente as pessoas muito, muito próximas deveriam ser autorizadas a fazer.
  1. Vai ter outro filho, que coragem hein!
    Então, mas não eram vocês que viviam me perguntando quando eu teria o próximo filho? Típico pitaco de pessoas bipolares (risos).
  1. Por que seu filho ainda não fala (ou não anda, não senta, não engatinha, não dá cambalhotas kkk)?
    Esse é o tipo de pergunta que é melhor nem responder; só fazer cara de paisagem, assim como ninguém quer nada…
  1. No meu tempo já tinha levado umas palmadas.
    Ainda bem que as coisas estão evoluindo, né gente?! E, felizmente, a educação dos filhos é cada vez mais vista de outra forma, com mais diálogo e compreensão dos processos do desenvolvimento infantil.
  1. Não dê muito colo para o bebê senão estraga.
    Olha, se carinho e aconchego fazem mal, então o que faz bem? Viviam falando isso, mas percebi que quando meu filho começou a engatinhar era ele quem não queria mais colo, só queria ficar no chão. E quem ficou carente de colo fui eu!
  1. Ele não come porque você dá muito suco (ou fruta, ou pão ou bolacha).
    Quase toda criança tem fases que come mais ou menos (são muitos fatores que influenciam no apetite dos pequenos). E pode acreditar, não tem ninguém que fica mais angustiada de ver o filho sem comer do que a própria mãe. Então, não precisamos ouvir esses palpites, né? 
  1. Esse menino (ou menina) só fica doente!
    Pois é, bebês e crianças ficam doentes. A gente sofre em ver o filho doente, dá o maior duro para ele ficar bem logo e surge esse tipo de frase como uma crítica. Só por Deus!
  1. Nossa, seu marido também troca fralda?
    Meu marido sempre foi muito participativo e parceiro, e até hoje ouço comentários desse tipo, até mesmo vindo de mulheres. Sinal de que as crenças e os valores antigos estão muito presentes e a sociedade ainda tem muito a evoluir…

E você também tem uma frase que já te tirou do sério? Conte pra gente aqui nos comentários.

Beijos, da Mamãe Prática Fabi

Foto:  Freeimages.com

clubeCadastre-se no Clube Mamãe Prática para receber nossos posts e novidades!

3 ideias sobre “15 frases e situações que tiram toda mãe do sério (a #11 é a pior delas)”

  1. Tenho 6 filhos, detesto quando perguntam tu não tem televisão??? Ninguém nos ajuda com nada e querem ficar dando opinião, falando gracinhas, fico louca…

  2. Odeio quando perguntam: “Ele dorme bem?, É bonzinho?, Teve muita cólica?”
    Ou qualquer coisa sobre o comportamento de um recém nascido. São perguntas que todos com quem cruzei, conhecidos ou não, fizeram. Acho que não tem necessidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *