Arquivo da tag: Amamentação

10 passos para a alimentação saudável do bebê

Quando o assunto é a alimentação de bebês, muitos pediatras são unanimes: a recomendação é o leite materno de forma exclusiva até os seis meses. Em seguida, começa a etapa das papinhas de frutas, legumes, cereais e tubérculos. É a chamada introdução de alimentos complementares ao leite materno.

De acordo com a pediatra Claudete Teixeira Krause Closs, coordenadora do Programa de Aleitamento Materno (Proama), da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba (PR), a orientação médica nessa fase também está relacionada ao documento Dez passos para uma Alimentação Saudável – Guia Alimentar para Crianças Menores de 2 anos, do Ministério da Saúde. Embora tenha sido criado para auxiliar profissionais e agentes comunitários de saúde nas orientações a mães de crianças na fase de transição entre o aleitamento materno e a alimentação da família, o manual também traz dicas interessantes aos pais.

Continue lendo 10 passos para a alimentação saudável do bebê

Chegou a hora de comer papinha, e agora?

A preocupação com a alimentação saudável nunca foi uma novidade na minha vida, talvez em parte porque desde a adolescência sempre precisei ficar de olho na balança, e olha que, mesmo assim, foram muitas as fases de engorda-emagrece. Mas a alimentação saudável vai muito além da estética; em primeiro lugar, ela significa saúde! Agora que sou mãe, isso ficou mais claro, pois é aí que você percebe o quanto a nutrição é fundamental para a sobrevivência do ser humano, principalmente de um bebê que ainda vai aprender a distinguir consistência, sabores e cores dos alimentos.

Eu não tinha a mínima ideia de como era ensinar um bebê a comer e percebi que a orientação de um médico é muito importante nessa fase. Com a supervisão da pediatra, a Manuela começou a comer papinhas com seis meses, já que mamou exclusivamente até essa idade. No momento estou tendo sucesso: a menina é boa de garfo e come de tudo – de batata, arroz e macarrão a legumes, frango e carne.
Continue lendo Chegou a hora de comer papinha, e agora?

Os principais mitos da amamentação

Amiga, enquanto estiver grávida, você vai ouvir muita coisa sobre amamentação. Assim que der a luz, então, logo irá “chover” um monte de pitacos sobre o assunto, principalmente se você está fazendo do jeito certo ou não. Além disso, sempre aparece aquela figura que te assusta e diz: “ah, minha filha, o seu leite é fraco … é melhor dar leite de fórmula na mamadeira” ou “Dói muito amamentar, eu chorava de dor”. Isso aconteceu comigo e, acredite, acontece com a maioria das mamães. Não que as intenções sejam ruins, afinal, as vovós e vizinhas só querem ajudar, não é mesmo?

Por trás de todo o falatório também estão as crenças populares e experiências (muitas vezes negativas) de outras mães. Mas se não deu certo para alguém não significa que não vai dar certo para você! É por isso que as mulheres precisam se preparar para a lactação e, sobretudo, buscar ajuda de quem realmente entende e trabalha auxiliando mamães no processo inicial da amamentação. Lembre-se: se sentir segura e tranquila é meio caminho para o sucesso da amamentação.

Pedi para a nutricionista Rosane Baldissera, consultora em amamentação de Porto Alegre (RS), esclarecer alguns mitos da amamentação. Veja na entrevista quais são eles e, afinal, o que é mito e o que é verdade. Boa leitura e “bom mamá” para seus pimpolhos.

Continue lendo Os principais mitos da amamentação

Como ter sucesso na amamentação

Como já falei aqui no blog, uma das primeiras coisas que uma mãe vai precisar ensinar ao seu filho é como ele deve mamar (este foi o meu caso). E um dos principais fatores para que a amamentação ocorra de forma tranquila e sem dores para a lactante é a chamada “pega” correta. Mamãe, leve isso muito a sério e faça disso um mantra, para não se esquecer: “pega correta, pega correta, pega correta”.

_MG_7559_corte

A nutricionista Rosane Baldissera, consultora em amamentação de Porto Alegre (RS), explica que, aliada à pega correta, a posição da mamãe para amamentar deve ser a mais confortável possível. “Deve estar sentada, sem sentir desconforto, com as costas apoiadas. O bebê deve estar barriga com barriga com a mãe (na posição tradicional), totalmente voltado para a mamãe, sua boca deve estar de frente para o mamilo, e o nariz deve estar livre”, orienta. Continue lendo Como ter sucesso na amamentação

Os primeiros (e difíceis) dias de amamentação

Mamães e papais leitores desse blog, vou dizer uma coisa para vocês: amamentar é lindo, aproxima a mãe do bebê e cria um vínculo tão forte com o rebento que chega a dar inveja em muitos papais. Mas olhar para esse lado é ver apenas um aspecto romântico de toda a situação. Claro que existem milhares de mães super sortudas (eu conheço algumas) cujos bebês parecem que já nasceram mamando. Elas não tiveram nenhum trabalho e nem sofreram as dores da amamentação.

Sou 100% a favor do neném mamar no peito. Segundo o Ministério da Saúde, o leite materno tem tudo o que o bebê precisa até os seis meses, inclusive água, e é de mais fácil digestão do que qualquer outro leite, porque foi feito para o bebê. Além disso, funciona como uma verdadeira vacina, protegendo a criança de muitas doenças.

Continue lendo Os primeiros (e difíceis) dias de amamentação