Arquivo da tag: escolinha

O que fazer quando seu filho não quer mais ir para a escola

Olá meninas,

Criança pequena ou já em idade escolar (a partir do Ensino Fundamental) que gostava de ir para a escola, mas de repente não quer mais ir pode ser sinal de que algum desconforto ou algo mais grave está acontecendo. A chegada de um irmão e o bullying, por exemplo, podem ser a origem desse tipo de problema. Vejam detalhes sobre o assunto neste novo post da psicóloga infantil Ana Flávia Fernandes:

O que fazer quando seu filho não quer mais ir para a escola

É muito comum vermos uma criança que está totalmente adaptada, de repente, falar que não quer ir para a escola. As justificativas mais frequentes são dizer que está doente, com dor de garganta, estômago ou dor de cabeça. Os pais ficam preocupados, levam ao médico, permitem faltar à aula ou, diante do choro no portão da escola, acabam voltando com a criança para casa.
Continue lendo O que fazer quando seu filho não quer mais ir para a escola

Por que é tão importante que seu filho tenha amigos

Olá meninas,

Todo mundo sabe o quanto importante na vida é ter amigos e existe até uma data para se comemorar o Dia do Amigo (20 de julho) e outra para o Dia Internacional da Amizade (30 de julho). Há pesquisas que dizem que, no quesito felicidade, a amizade vem antes do dinheiro, tornando as pessoas realmente mais felizes.

Mas quando falamos de crianças pequenas, de 1 a 5 anos, por exemplo, até que ponto ter amigos realmente importa? Eu posso falar pra vocês da experiência que tenho percebido aqui em casa com a minha pequena, que agora está com 3 anos.
Continue lendo Por que é tão importante que seu filho tenha amigos

Frustrações maternas: alguns “perrengues” que as mães passam (Encontro de Mentes Maternas)

Ser mãe é maravilhoso, sim! Mas nem sempre é o paraíso. Como tudo na vida, a maternidade tem os seus dois lados, e aquele que a gente não gosta muito de ver é o lado das broncas, das birras e das frustrações. Sim, a maternidade tem as suas frustrações.

Fomos convidadas pelas meninas blogueiras do “Encontro de Mentes Maternas” para fazermos parte dessa interessante blogagem coletiva. Funciona assim: definimos um tema e publicamos todas as blogueiras, no mesmo dia, um texto com a nossa visão sobre o assunto. Justamente quando estávamos escolhendo o assunto dessa semana, eu vivia a frustração de poder perder aquela que seria a primeira apresentação de Dia das Mães da Manuela na escolinha. E aí sugeri esse tema (frustrações maternas).
Continue lendo Frustrações maternas: alguns “perrengues” que as mães passam (Encontro de Mentes Maternas)

Volta às aulas: como fazer a adaptação sem traumas

Fiquei muito feliz quando a diretora da nova escolinha da Manu fez uma reunião com os pais antes do início das aulas. “Aulas”, leia-se aqui, para crianças de 2 anos, que vão completar apenas 3 aninhos este ano (ainda são tão bebês, né?). Então, a minha preocupação inicial é se ela irá conseguir se adaptar à escola, ao convívio com novas professoras e coleguinhas, deixando um pouco a barra da saia da mamãe e do papai depois de quase 2 meses “de férias” com a gente.

Toda mudança traz receios e, por isso, é normal a gente se sentir um pouco perdida e insegura quando colocamos nossos filhos na escola pela primeira vez – seja um bebê de alguns meses ou até uma criança de 4 anos – ou quando eles mudam de instituição.
Continue lendo Volta às aulas: como fazer a adaptação sem traumas

Quando as crianças mordem e batem: como agir

Manu e Serginho, com apenas 2 anos e meio e 1 ano e meio, respectivamente, começaram a brigar. Enquanto ela chora diante de um puxão de cabelo do primo, este continua repetindo o comportamento, principalmente por ciúmes dos pais. “E agora, José?”

Quando convidamos nossa querida colunista, a psicóloga Ana Flávia Fernandes, do blog Terapia de Criança, para escrever sobre o tema “como ensinar meu filho a se defender”, esta situação ainda não tinha acontecido! Eu estava pensando nas temíveis mordidas e brigas que podem acontecer na escolinha. Então, os ensinamentos da nossa colunista vieram em boa hora! Com a palavra, a Ana Flávia:
Continue lendo Quando as crianças mordem e batem: como agir