Como cuidar do bebê no verão

Hoje é um dia muito especial aqui no blog, afinal, hoje é a estreia da nossa nova colunista, a pediatra Marina Rocha Azevedo, já muito conhecida das mamães do Recife e também de quem (como a gente) adora se comunicar com outras mães no Instagram. Estamos em pleno verão e, por isso, pedimos pra médica falar um pouquinho sobre os cuidados com os bebês nessa época do ano. Gostou? Então, venha ler e compartilhar para suas amigas! Com a palavra, a Dra. Marina:

Como cuidar do bebê no verão

Durante os meses de verão, o mais importante cuidado com a pele do bebê é mantê-la limpa, seca e saudável. Muitas vezes, o excesso de banhos e sabonetes remove a camada natural de proteção da pele. Por outro lado, sem os banhos, o suor (umidade) fica em contato com a pele, o que também não é bom. O ideal é um equilíbrio com banhos na medida certa, sem excesso de sabão e no final do dia repor a hidratação com um hidratante.

A hidratação mais eficaz é a que vem de dentro, ou seja, líquidos como a água e/ou o leite materno, se o bebê ainda mamar no peito, são importantes para manter o bom funcionamento do organismo. Em relação à exposição solar, esta pode ser prejudicial mesmo na cidade, por isso, o protetor (verifique no rótulo a indicação de idade) deve ser usado sempre que o bebê for brincar ao ar livre ou caminhar no sol.

E com o verão também existe o medo do bebê ter assaduras, que ocorrem pela perda da camada protetora da pele. Fatores como umidade e calor aumentam a chance de surgimento das assaduras. Nesse período, o mais importante é manter a pele seca e hidratada. No caso dos bebês que usam fraldas, nos meses de calor, é importante trocá-las com maior frequência e investir em fraldas com melhor absorção.

Muitas mães ainda me perguntam se é indicado deixar os bebês só de fraldas nos dias quentes. Os bebês mais novos (menores de 6 meses) têm uma certa dificuldade em manter a temperatura corporal. Por isso, ao deixar o bebê só de fraldas, temos que observar o ambiente para evitar que ele fique com frio, mesmo no calor.

“Os bebês mais novos (menores de 6 meses) têm uma certa dificuldade em manter a temperatura corporal”

Outra dúvida é sobre o uso de ventiladores perto de bebês. O ventilador pode ajudar, mas temos que lembrar que ele agitando o ar do ambiente pode espalhar poeira e causar problemas respiratórios. Para evitar problemas devemos deixar o equipamento sempre muito limpo e o ambiente também. No caso dos condicionadores de ar, a higiene dos filtros também é fundamental e a temperatura não deve ser fria, apenas amena.

Finalmente, ao levar o bebê para o mar ou a piscina estamos “mergulhando” no desconhecido. Por isso, tomem sempre cuidado com a qualidade da água e com a segurança do banho, sem se esquecer da proteção solar, que é fundamental. Lembrem-se, ainda, de lavar bem a pele do bebê para remover o sal ou o cloro ao fim do banho, assim como o protetor solar.

foto marinaMarina Rocha Azevedo é pediatra e neonatologista. De Recife, ela também é coordenadora da UTI neonatal do Hospital Memorial São José e mãe de três meninas (Larissa e Stela, gêmeas de 6 anos, e Gabriela, de 2 anos). Autora do IG @minhapediatra, no Instagram, Marina defini a maternidade como apaixonante.
E aí seguidoras, gostaram dessa novidade? Nós estamos adorando a participação da pediatra Marina. Se você quiser saber mais como prevenir as assaduras, confira este post AQUI. E o que você gostaria de perguntar para a médica? Quais temas você gostaria de ver na coluna dela? Conte pra gente aqui nos comentários.

Beijos, da Mamãe Prática Mari

Foto: Sueli Zischler Photography

logo_clubeCadastre-se no Clube Mamãe Prática para receber nossos posts e novidades!

Deixe uma resposta