Como encontrar babás

7 dicas de como encontrar babás para o seu filho

Há momentos em que pais de bebês e crianças pequenas se percebem diante de um grande desafio: encontrar babás que tenham o perfil ideal para a necessidade da família.

Muitas vezes, as famílias têm dificuldades de achar profissionais disponíveis. De acordo com Rosele Martins, relações públicas e gerente de comunicação no Brasil da Sitly, plataforma digital que ajuda os pais a encontrarem babás, sites e aplicativos desse tipo são grandes aliados na busca.

Uma das grandes vantagens de se optar pela tecnologia é que as plataformas online permitem às famílias encontrarem babás que morem perto de suas residências. A Sitly, por exemplo, utiliza a geolocalização, o que permite conectar pais e babás que já estão próximos e não se conheciam. “Quando dependem unicamente do boca a boca, os pais têm um alcance limitado na busca, pois, se não conhecerem as pessoas certas, podem nunca encontrar a profissional que procuram. A tecnologia amplia o alcance”, explica Rosele.

Selecionamos 7 orientações de ouro que vão fazer toda a diferença na hora de encontrar babás com segurança e tranquilidade. As dicas valem tanto para quem procura babás online, quanto por meio de recomendações de parentes e amigos.

7 dicas para encontrar babás para o seu filho

1. Defina a necessidade da família

Tenha muita clareza sobre a quantidade de dias e horários em que a família precisa do serviço de babá e para quais situações. E só então procure um perfil de babá que atenda a essa necessidade. “O bom é que, ao preencher seu perfil na Sitly, as babás já avisam a disponibilidade que têm, então os pais podem conversar somente com aquelas que se encaixam no que eles vêm buscando”, conta Rosele.

Defina também a prioridade quanto ao perfil da profissional: se é encontrar babás com mais experiência, com horários flexíveis ou profissionais mais jovens, por exemplo.

2. Avalie o quanto a formação é relevante

Verifique que tipo de formação da babá é mais importante para a sua necessidade. Se a busca é por uma babá regular, talvez você prefira alguém com mais conhecimento pedagógico. Já se a necessidade é somente ter uma babá cuidando da criança numa eventual sexta-feira à noite, por exemplo, esse fator pode não ser imprescindível.

3. Planeje-se para fazer avaliações com calma

O ideal é não contratar ninguém com pressa. Reserve um tempo para fazer a busca com tranquilidade, pesquise as opções, converse com várias profissionais e só contrate mesmo quem de fato oferecer o que você busca.

4. Faça entrevistas pessoalmente

É imprescindível realizar uma ou mais entrevistas pessoalmente com as candidatas.

5. Prepare uma lista de perguntas para a entrevista

O que cada família precisa saber sobre a babá é algo muito pessoal, embora existam algumas perguntas que não se pode deixar de fazer.

O que você não pode deixar de perguntar para a sua futura babá:

  • Há quanto tempo você trabalha como babá?
  • Que idades tinham as crianças de quem você cuidou antes?
  • Você possui alguma graduação na área pedagógica ou algum treinamento formal como babá?
  • Você tem um certificado de primeiros socorros?
  • Na sua opinião, qual é o melhor jeito de educar as crianças?
  • Do que as crianças mais gostam em você?
  • Como você conforta uma criança que está triste ou nervosa?
  • Como você lida com a ansiedade da separação?
  • Como você lida com a desobediência? Por favor, dê um exemplo de uma situação que exigiu sua atenção e como você conduziu a questão.
  • Você possui um atestado de antecedentes criminais?

6. Busque referências de outros empregadores

Durante a entrevista, é fundamental pedir referências de outras famílias para conversar sobre a experiência que tiveram com a profissional. Em seguida, ligue para esses antigos empregadores e veja o que eles dizem sobre a babá.

Sites e aplicativos de babás como a Sitly funcionam como um meio facilitador para que os pais descubram profissionais disponíveis. Depois de encontrar a babá que parece mais adequada, os cuidados são os mesmos dos pais que optam por procurar babás por meio de amigos e parentes: é imprescindível fazer entrevistas pessoalmente, pedir referências e verificar os perfis das profissionais nas redes sociais.

7. Escolha plataformas online seguras

A dica é verificar o número de usuários cadastrados e as avaliações feitas por pais e babás sobre a plataforma de babás. Você também pode verificar o que a mídia diz sobre a empresa e entrar nas suas redes sociais para ler os comentários de usuários.

Mais sobre a plataforma Sitly

A plataforma de babás Sitly foi lançada em 2009 pelo holandês Jules van Bruggen, pai de dois filhos. Ele fundou a empresa quando ele e sua esposa tiveram dificuldade para encontrar babás que tivessem flexibilidade de horário.

Hoje a Sitly está presente em 13 países e já possui mais de 2 milhões de usuários cadastrados, entre pais e babás. O conceito é o mesmo utilizado em apps de relacionamento: pais e babás em uma mesma região podem procurar pelo match perfeito e trocar mensagens. As babás cadastradas oferecem no aplicativo e no site uma breve apresentação pessoal com foto, dias e horários livres, valor cobrado por hora e os tipos de tarefas que se propõem a fazer.

A integridade dos dados na Sitly é garantida por uma equipe de profissionais dedicados a avaliações manuais na plataforma e alertas de segurança. As babás cadastradas não têm acesso aos detalhes como endereço e telefone dos pais, garantindo a privacidade e total controle sobre suas informações.

Site de babás Sitly
Plataforma online: https://www.sitly.com.br/
Aplicativo disponível na Apple Store e no Google Play
Facebook: https://www.facebook.com/sitlyBR
Instagram: @sitly.com.br

Beijos, da Mamãe Prática Mari

27 comentários em “7 dicas de como encontrar babás para o seu filho”

  1. Excelentes dicas. Informações super relevantes e completas para quem precisa dessa ajuda tão importante mas tão difícil de escolher.

  2. Excelente post com varias perguntas esclarecedoras e importantes, que bem sempre lembramos de perguntar. Uma ótima matéria para ler antes de uma decisão tão importante. Parabéns Mariana

  3. Excelentes dicas e cuidados importantes que não podemos esquecer diante de uma escolha tão difícil como essa. Parabéns Mariana , pelas informações e orientações importantes e esclarecedoras.

    1. Olá Vivian,

      Obrigada! Sem dúvida, uma escolha que exige cuidados. Ficamos felizes em ajudar as famílias que optam por essa escolha para os cuidados com os filhos.

      Beijos, da Mamãe Prática Mari.

  4. Matéria valiosa para uma decisão tão importante na vida de nós mães. Muito obrigada e parabéns, está incrível!!!

  5. Dicas muito importantes. Gostei também da sugestão de perguntas na entrevista. Pena que quando precisei não tive oportunidade de ter informações como estas. Parabéns pela matéria!

  6. Sempre que preciso, é aqui que recorro e me sinto acolhida. Suas dicas, postagens, são sempre valiosas. Obrigada.

  7. Como é dificil achar alguém qualificado e de confiança! Muito bom saber que agora há mais um recurso para encontrar uma pessoa para cuidar dos pequenos!

  8. Dicas que somente mães experientes poderiam dar! Aqui em Portugal não vemos babás às ruas, mas há amas que cuidam em casa. Pouco. Nota-se que a maioria opta por escolas. Parabéns, meninas!

  9. Adorei a matéria !
    Amo a minha babá e a conheci através destas serviços…nao foi indicação !
    Tinha um baita preconceito, mas deu super certo comigo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.