Inimigo em casa: dicas para evitar o mofo

LOGO_DICAS_PRATICASNo inverno é muito comum a gente se deparar com o problema de mofo em casa. E se você morar em uma cidade úmida, como eu que moro em Curitiba-PR, aí é melhor se preparar para evitar que esse visitante muito chato apareça.

Há alguns anos tive esse problema no armário do banheiro e, no ano passado, foi a vez de o mofo aparecer no guarda-roupa. É muito chato a gente ver nossas lindas roupinhas ou, pior ainda, dos nossos filhos, com esse fungo. É isso mesmo, o popular mofo é, na verdade, um fungo.

Também chamado de bolor, o mofo é uma espécie de fungo filamentoso que pode ser encontrado em qualquer lugar onde a umidade e o oxigênio estejam presentes. Seu crescimento e reprodução são feitos a partir da água, assim, lugares com umidade excessiva (como o banheiro) proporcionam condições ambientais próprias para a sua proliferação.

É muito perigoso conviver com o mofo, pois ele pode trazer prejuízos para a saúde, como doenças respiratórias. Asma brônquica e rinite alérgica são alguns problemas respiratórios agravados por esse fungo. Ele pode, ainda, ser responsável pelo desenvolvimento de doenças de hipersensibilidade, como pneumonite ou a sinusite fúngica.

Crianças nos primeiros cinco anos de vida, com história familiar de asma, são as mais suscetíveis aos efeitos nocivos da umidade e da exposição ao mofo. Por isso, se você tem crianças em casa, veja as nossas dicas abaixo.

Como prevenir o aparecimento do mofo:

1. Aumente a ventilação local. Se possível, sempre abra as janelas, mesmo quando não há sol.

2. No caso do guarda-roupa, abra as janelas do ambiente e também as portas e gavetas do roupeiro, para que se faça uma ventilação por pelo menos quinze minutos.

3. Repare vazamentos, rachaduras, infiltrações e tudo o que permita a desumidificação do ambiente.

4. Esteja atento à condensação produzida em banhos muito quentes ou fervuras na cozinha, pois elas ajudam no acúmulo de umidade nas áreas mais frias. Deixe sempre as janelas dos banheiros abertas e, se puder, coloque um desumidificador no banheiro.

5. Evite que a mobília fique muito encostada na parede. No caso de armários embutidos, recomenda-se colocar placas de isopor nas paredes, antes de instalá-los, ou então dar uma distância razoável entre a parede e o fundo do armário.

Espero que essas dicas possam ser úteis para você. Agora, se o mofo já apareceu, uma sugestão é usar vinagre, pois ele é indicado para limpar as áreas afetadas, por conter ácido acético, que é capaz de combater o fungo. Eu adotei essa tática no meu guarda-roupa e deu certo.

Mas se o mofo continuar a aparecer na parede, por exemplo, uma orientação é fazer uma mistura de água e água sanitária, na proporção de um para um. Deve-se lavar a parede, enxaguar com pano úmido e esperar secar. A recomendação é da médica Andrea Gimenez, pneumologista e pós-graduanda da UNIFESP.

Que este inverno seja sem mofo para você!

Beijos, da Mamãe Prática Mari.

Com informações da UNIFESP/Acontece Comunicação e Notícias.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.