O primeiro corte de cabelo sem traumas

Veja dicas sobre quando e como levar seu bebê no cabelereiro

0002798811PP-849x565_Studio Cl Art_CORTE
Quanto mais velhas as crianças, mais fácil de se acostumarem a ficar na cadeira para cortar o cabelo

O primeiro corte de cabelo do bebê feito em casa os pais não esquecem e sempre tem aquela mãe cuidadosa que faz questão de guardar os poucos fios que foram cortados. Só que se você é desligado (a) como eu, talvez se esqueça de guardar os cabelinhos e aí, quando se der conta, já será tarde (risos).

Mas nem tudo está perdido: você terá uma segunda chance. A minha sugestão é lembrar de registrar o primeiro corte de cabelo “oficial”, ou seja, aquele feito no salão de beleza. Entretanto, não basta só levar a câmera fotográfica ou o smarthphone, a dica é tomar outros cuidados, já que esse momento pode ser delicado para seu filho, ainda tão novinho.

Para esclarecer dúvidas sobre o assunto, entrevistamos o hairstylist Paulinho Tristano, da Tristano Peluqueria, de Curitiba (PR). Para ele, se a criança não quiser ficar na cadeira, “o melhor é não forçar, fazer o possível, mas não obrigar a criança a ficar na cadeira a ponto de ficar traumatizada”. Veja mais dicas na entrevista a seguir.

Quando realizar o primeiro corte de cabelo?
Não existe idade certa, alguns bebês nascem mais cabeludos e outros menos. A hora de cortar é quando o cabelo estiver atrapalhando. Não é necessário fazer os bebês muito novos passarem por uma ida ao salão apenas por questões estéticas.

Como deve ser feito esse primeiro corte nos meninos e nas meninas?
Geralmente o primeiro corte é para tirar a franja que vai para o olho. Também as partes do cabelo que crescem de forma desregulada, mais dos lados, ou atrás. O corte vai ser apenas um acerto, o mais delicado possível.

“O corte vai ser apenas um acerto, o mais delicado possível”

Quais os cuidados que os pais e o cabeleireiro devem ter?
Muita calma nesta hora! O cabelo e a pele dos bebês são extremamente sensíveis. Dificilmente a criança vai ficar quietinha no colo muito tempo esperando as tesouradas. Tirar o cabelo do olho, da orelha e da gola já é suficiente. O formato do corte virá mais tarde, com mais idade.

Geralmente no primeiro corte os bebês ficam assustados? Choram? O que fazer?
A maioria chora, pois são pessoas, lugares e barulhos diferentes. Os pais geralmente se encarregam de acalmar a criança e o profissional precisa ter paciência. Os pais também não ficam à vontade vendo seus filhos chorando. Então é tudo muito delicado. O melhor é não forçar, fazer o possível, mas não obrigar a criança a ficar na cadeira a ponto de ficar traumatizada.

Esperam que tenham gostado deste post. E como foi a experiência do primeiro corte de cabelo do seu filho? Contem pra gente. A Manu ainda não cortou no salão, mas quem sabe até o final do ano …

Beijos, da Mamãe Prática Mari.

Você também pode gostar de ler:
“Corte de cabelo infantil: entre a vontade das crianças e o desejo dos pais”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.