15 dicas de segurança sobre brinquedos

Esse post traz dicas práticas sobre como garantir que seu filho pequeno brinque com mais segurança, o que começa pela escolha do tipo de brinquedo e pela correta supervisão dos pais.

Veja as dicas da PROTESTE Associação de Consumidores sobre o assunto.

15 dicas de segurança sobre brinquedos

  1. Não deixe que seu filho menor mexa com produtos de crianças maiores, como jogos de botão ou bolas de gude.

  1. Verifique as costuras dos bonecos para garantir que o enchimento não se soltará facilmente. Também confira se os olhos dos bichinhos de pelúcia estão firmemente pregados, para evitar que sejam engolidos.

  2. Procure revisar periodicamente os brinquedos da casa para jogar fora os que tenham defeitos e que possam se tornar perigosos.

  3. Ruídos excessivos podem causar sérios danos à audição dos pequenos.

  4. Os brinquedos de tecidos devem ser laváveis, com instruções de uso e etiqueta indicando a sua composição.

  5. Embalagens não podem conter grampos, pregos ou parafusos e os sacos plásticos têm que ser descartados rapidamente, para evitar sufocamento.

  6. Fique por perto quando seu filho brincar com balões de látex (bexigas). Quando estourados, eles viram pedaços que podem ser levados à boca.

  7. Evite comprar brinquedos com pilhas e baterias pequenas, pois podem ser retiradas e engolidas.

  8. Não deixe que a garotada se divirta com joguinhos com dardos, flechas e projéteis, pois são capazes de ferir gravemente os olhos.

  9. Cordas ou cabos também não são indicados para crianças, pois, acidentalmente, elas poderão enrolá-los no pescoço com força.

  10. Se o seu filho for menor de 10 anos, não o presenteie com brinquedos que simulem experiências químicas, pois ele poderá ingerir as substâncias do “mini-laboratório”.

  11. Não compre itens que reproduzam comida: crianças muito pequenas tentarão comê-los.

  12. Evite os andadores, pois podem tombar e fazer a criança bater a cabeça no chão.

  13. Não compre brinquedos compostos por materiais que se quebrem facilmente ou que tenham cordões longos, que possam ser enrolados no pescoço, além de cantos pontiagudos ou afiados.

  14. Não adquira bichos de pelúcia com o pelo muito comprido e que se solte facilmente, pois poderão causar alergias. Pelo mesmo motivo, não encha o quarto do bebê de bichos de pelúcia, pois eles que acumulam pó.

Outra dica: a PROTESTE Associação de Consumidores lançou uma cartilha com os direitos dos cidadãos de até 12 anos. A Cartilha das Crianças aborda legislação, educação, sustentabilidade, diversão, nutrição e viagens, além de destacar situações para as quais os pais devem prestar atenção, como o uso de álcool líquido, brinquedos que machucam as crianças, uso de carrinhos de bebê e de cadeirinhas de alimentação, entre outros. A publicação on-line está disponível aqui.

Beijos, da Mamãe Prática Mari

Foto: Freeimages.com/ Gil Shachar

Clube Mamãe PráticaCadastre-se no Clube Mamãe Prática para receber nossos posts e novidades!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.