Dicas para fazer seu filho largar a chupeta

Dar ou não a chupeta é um assunto que aflige muitos pais. Enquanto aqueles que não deram podem um dia rever seus conceitos sobre ela, milhares de outros pais tentam, em vão, fazer seus filhos largarem essa danadinha. Para aqueles que estão enfrentando essa difícil tarefa, a fonoaudióloga Maria Carolina Furlan, especialista em Linguagem, dá algumas dicas. “Quanto mais tarde a tentativa de retirada, mais difícil se torna, uma vez que o vínculo chupeta/criança será maior”, alerta.

De acordo com a fonoaudióloga, a chupeta é um recurso que a criança usa para satisfazer suas necessidades orais, porém, em longo prazo este hábito pode trazer consequências ruins para a saúde geral da criança (como alterações ortodônticas, de respiração e de fala). “Este mau-hábito muitas vezes acaba sendo reforçado pelos pais inconscientemente, pois de certa forma ele acalma a criança. Então, às vezes, vemos crianças de até 4 ou 5 anos com chupetas na boca”, explica.

Veja as dicas da fonoaudióloga Maria Carolina para os pais fazerem a criança largar a chupeta:

  1. O primeiro passo para a retirada da chupeta envolve a aceitação por parte dos pais desta necessidade.
  2. Fale para a criança o quanto ela não precisa mais da chupeta, pois está crescendo.
  3. Tire a chupeta aos poucos. Peça para a criança lhe dar a mesma durante uma determinada brincadeira. Depois, enquanto assiste a um filme e assim por diante. Geralmente, quando solicitamos a chupeta, a criança nos dá. O que acontece é que se pedimos uma vez e ela não nos dá, não insistimos e assim o hábito se perpetua
  4. Seja persistente. Se um dia a criança resistiu, tente no outro. Reforce que ela não precisa da chupeta.
  5. Pode ser que a criança inicie um choro quando você não quiser lhe devolver a chupeta. Ainda assim, tente negociar a mesma. Se ela continuar chorando, comece tudo de novo depois.
  6. A chupeta pode ser “moeda” de troca, mas troca definitiva. Por exemplo: caso a criança dê a mesma para o Papai do Céu, Papai Noel, Coelhinho da Páscoa ou mesmo resolva jogá-la no lixo, você pode lhe dar um brinquedo que ela quer muito, mas não vale voltar atrás depois.
  7. Às vezes, a criança se arrepende de ter dado a chupeta e os avós são grandes sabotadores das tentativas dos pais em retirar a mesma dando outras de presente. Converse com eles para que ajudem na tarefa.
  8. Ao iniciar todo este processo com seu filho, faça-o acreditando que será algo natural. Quando iniciamos algo já esperando por problemas, aí é que eles se tornam reais.

Gostaram das dicas? Se você está nesse processo de fazer seu filho largar a chupeta, boa sorte! Conte depois pra gente como foi esse desafio (risos).

Beijos da Mamãe Prática Mari

logo_clube (1)Cadastre-se no Clube Mamãe Prática para receber nossos posts e novidades!

4 ideias sobre “Dicas para fazer seu filho largar a chupeta”

  1. Olá, já tentamos tirar a chupeta da minha filha,ela tem 2 anos e 11 meses, mas o problema, é que ela chupa o dedo sem a chupeta;
    O que fazer nesse caso?
    Chupeta ou dedo?

    1. oi Patricia, enviamos a sua dúvida para a fonoaudióloga Maria Carolina Furlan que respondeu o seguinte: “Se a bebê utiliza a chupeta apenas para dormir pode ser um indício que ela quer apenas algo que a acalme e relaxe. Você pode começar tirando a chupeta assim que ela dormir e depois de alguns dias iniciar a retirada para dormir. Ao ver que a criança já está ficando cansada, pode pegá-la no colo, balançar, cantar e quando quase dormindo, colocá-la no berço. Como a bebê está acostumada com a chupeta, ela poderá resistir um pouco nas primeiras noites, mas como qualquer mudança, vale a persistência!”
      Boa sorte querida, beijos, Fabi

Deixe uma resposta