Socorro: meu filho bateu a cabeça!

Calma, mamãe! Não precisa ficar nervosa se seu filho bater com a cabeça. Mas é importante ficar muito atenta a alguns sintomas, como explica pra gente a pediatra Jaqueline Toscano.

Você que já nos acompanha deve ter visto as participações da Dra. Jaque, AQUI e AQUI. E olha que legal: a partir de agora ela também passa a escrever no blog como nossa colunista! Ficamos muito felizes em ter a pediatra aqui com a gente e mais ainda quando ela sugeriu esse tema, que é super importante! Então, com a palavra, a Dra. Jaque:

Socorro: meu filho bateu a cabeça

O traumatismo craniano-encefálico (TCE) é uma importante causa de atendimento na emergência pediátrica, sendo as suas principais causas as quedas, os maus tratos ou a negligência. A maioria dos casos é considerada leve, não necessitando de cirurgia nem deixando sequelas. Mas, sim, existem casos mais graves e com risco de morte. Por isso, em nossa conversa de hoje, irei esclarecer sobre quando é preciso levar seu filho à emergência após ocorrer um traumatismo desse tipo e o que vocês, mamães e papais, podem fazer para evitá-lo.




Os principais sinais
Após acontecer o traumatismo é preciso levar seu filho à emergência se a criança:
– Apresentar vômitos;
– Apresentar alteração do nível de consciência (não conseguir se manter acordada em horários que a criança não está acostumada a dormir);
– Apresentar perda de consciência/desmaios;
– Apresentar agitação excessiva ou irritabilidade intensa;
– Apresentar crise convulsiva;
– Apresentar alteração de comportamento;
– Apresentar cefaleia (dor de cabeça) intensa.

É muito importante que os pais tenham atenção redobrada quanto a esses sinais até 24 horas após ocorrer o traumatismo. E muita atenção: no caso de crianças menores de 2 anos, estes devem de qualquer maneira ser examinados por um médico, já que nesta faixa etária os pequenos podem não apresentar esses sintomas acima e terem alguma lesão cerebral.

Mas tão relevante quanto reconhecer os sinais de quando levar seu filho ao Pronto Socorro (após o traumatismo) é tentar prevenir que situações desse tipo ocorram. E é possível diminuir os riscos. No caso de esportes e brincadeiras ao ar livre, por exemplo, é fundamental que seu filho utilize capacetes para atividades como andar de bicicleta, skate ou patins. Veja outras dicas:

Para evitar quedas:
– Coloque redes nas janelas de casa;
Não utilize andadores (estes são extremamente perigosos e podem causar mortes);
– Evite deixar a criança pequena próxima a lajes ou vãos livres altos;
– Evite deixar a criança perto de portões que estão próximos a escadas.

Outra forma de prevenir os traumas é tomar alguns cuidados em veículos automotores. Assim, sempre coloque o cinto de segurança no seu filho, equipamento que precisa ser próprio para as crianças, que devem ficar no banco traseiro. Além disso, os airbags são obrigatórios nos veículos e também oferecem menos riscos em caso de batidas. Já no caso de motocicletas, é fundamental o uso de capacetes para motociclista e acompanhantes (embora não seja recomendável que uma criança pequena seja transportada nesse tipo de veículo).

A pediatra Jaqueline Toscano, autora do perfil @alergiacomdrajaque no Instagram, conta que sempre foi apaixonada por crianças e com 12 anos já decidiu o que eu queria ser quando crescer: pediatra! Também especializada em Alergia e Imunologia, ela diz que é muito gratificante ajudar as crianças com imunodeficiência e acredita que os pais têm papel fundamental na melhoria da vida de seus filhos alérgicos. Por isso, aqui no blog, ela vai ajudar nós, mães e pais, a cuidarmos melhor de nossos filhos, sejam eles alérgicos ou não.

Qual tema você gostaria de ver aqui na coluna da Dra. Jaque? Conte pra gente enviando um e-mail para [email protected]

E, meninas, vocês sabem por que os pediatras querem abolir os andadores? Vejam AQUI neste outro post (é muito importante). Além disso, temos mais posts sobre segurança de bebês e crianças, é só entrar na nossa categoria Segurança e conferir os textos. Fica a dica!

Beijos, da Mamãe Prática Mari

Foto: freeimages.com

logo_ClubeMamaePraticaCadastre-se no Clube Mamãe Prática para receber nossos posts e novidades!

18 comentários em “Socorro: meu filho bateu a cabeça!”

    1. Olá Sandra! Que bom que gostou!

      Sobre os andadores, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) até já convocou os pediatras a se engajarem em uma campanha para banir completamente o uso do equipamento. Segundo a entidade: “um dos maiores fatores de risco para traumas em crianças é dar independência demais numa fase em que ela ainda não tem a mínima noção de perigo. Colocar um bebê de menos de um ano num verdadeiro veículo que pode atingir a velocidade de até 1 m/s equivale a entregar a chave do carro a um menino de dez anos”. Neste outro post temos mais detalhes sobre isso:

      Post sobre os andadores: http://mamaepratica3.hospedagemdesites.ws/2013/05/29/pediatras-querem-abolir-os-andadores/

      Que bom te ver por aqui no blog!

      Beijão,

      Mamãe Prática Mari

  1. Primeiro, quero parabenizar o blog! Muito bacana!
    Segundo, ter a Dra Jaqueline fazendo parte dele é sempre bem vindo!!
    O assunto abordado é importante, principalmente na questão da prevenção dos acidentes domésticos, entre outros….
    Parabéns! …. Gostei!

    1. Olá Ieda!

      É muito bom termos o seu retorno! Que bom que gostou do nosso blog e artigo 🙂 Estamos muito felizes com a presença da Dra Jaqueline Toscano aqui no blog. Nós, mamães, precisamos muito da opinião de pediatras e a Dra. Jaque é 10! Beijos, Mamãe Prática Mari.

  2. Oi dr meu filho caiu do meu box domingo e não levei ao medico pois n vomitou nem dormiu ele tem 1 ano o que VC me indica doutora

    1. Mesmo ele tendo somente um aninho, se ele está bem, sem os sinais de alarme citados, não vejo necessidade de levá-lo à emergência neste momento. Oriento isso Pq já faz quase uma semana do acidente. Se episódio semelhante acontecer novamente, o ideal é procurar atendimento médico. Se ele tiver menos que 2 anos não precisa ter os sinais de alarme para procurar um médico. Se mais de 2 anos, procurar um médico se os sinais de alarme se apresentarem.

  3. Oi voa noite
    Meu filho tem 1 aninho e ontem ele caiu do sofá de cabeca
    E hoje na creche ele vomitou bastante
    Agora fiquei preocupada o que eu faço?

    1. Sim, é necessário levá-lo à emergência para ser avaliado por um médoco. Os vômitos podem ser apenas um coincidência e serem causados por alguma infecção que ele possa estar desenvolvendo ou podem realmente ser decorrentes da queda, pela formação de alguma hematoma na cabecinha. Procure atendimento médico para uma avaliação do caso.

  4. Ótimo post!!!! Precisamos tomar todos os cuidados com nossos pequenos!!! Parabéns ao blog pela iniciativa e a Dra Jaque pelos esclarecimentos sempre bem vindos!!!
    🙂

  5. nossa ótima reportagem , minha BB de 4 ms caiu do sofá , na casa da cuidadora .
    ela esta bem , nao apresentou nenhum desse sintoma . mais estou de olho e estava com medo .vcs tiraram minha dúvida .

  6. Minha filha de 1 ano caiu da cama e não ficou nada vermelho ou com algum calombo na cabeças mas ela chorou muito acho que foi mais de susto no caso de tem que ficar acordada porquanto tempo

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.