Como congelar corretamente a papinha do bebê (12 dicas práticas)

Olá meninas! Um dos temas mais acessados aqui no Mamãe Prática é sobre introdução alimentar. Isso porque quando chega o momento de o bebê conhecer os alimentos é natural termos dúvidas sobre como preparar a papinha, principalmente na hora de fazer as sopinhas de legumes, já que são muitos detalhes sobre o que pode ou não nessa fase.

Uma coisa que muitas mamães me perguntam é se eu congelava a papinha do Serginho. No início eu preparava todo dia as papinhas, mas com o tempo ficou inviável fazer isso (principalmente quando eu estava sozinha com o bebê), então passei a prepará-las a cada 15 dias, deixando 5 combinações diferentes no congelador que eu variava a cada refeição. Nesse post eu explico em detalhes como fazia: Como preparar a papinha do bebê

Não tenho freezer separado em casa, por isso, eu usava o congelador da geladeira mesmo. Recentemente, descobri que não é qualquer congelador que mantém as papinhas corretamente congeladas, pois o congelador comum (aquele que fica dentro da geladeira de uma única porta) não tem a capacidade de preservar os nutrientes dos alimentos, já que o seu resfriamento não passa de – 10 graus, enquanto que é necessária uma temperatura de, no mínimo, – 18 graus para que a comida seja integralmente preservada. Já o freezer pode chegar a atingir até – 25 graus.

Aprendi essa questão do congelamento correto da papinha com a Andréa Alves, especialista em Nutrição Materno-Infantil, mãe de três filhos e autora do e-book “O Manual das Papinhas” que faz sucesso entre as mamães.

Claro que o ideal é preparar as papinhas todo dia (ou a cada dois dias) para preservar o frescor e a qualidade dos alimentos, mas quem consegue fazer isso na prática?? Principalmente se não temos ajuda, fica bem difícil.

Pensando nisso, preparei uma lista com as principais dicas da Andréa Alves sobre o congelamento correto das papinhas para garantir a qualidade do alimento. Tenho certeza que será super útil para você!

Como congelar corretamente as papinhas do bebê (12 dicas práticas)

  1. Prefira o freezer ao invés do congelador, pois a capacidade para manter o alimento corretamente resfriado é maior no primeiro caso.
  2. Observe qual o tipo da sua geladeira, pois aquela que possui porta única não tem um freezer. Você só terá um freezer se a sua geladeira possuir duas portas.
  3. Utilize potes com indicação 0% Bisfenol ou BPA free, pois alguns recipientes podem passar componentes tóxicos para a comida.
  4. Após preparar as papinhas, desligue o fogo e mergulhe a panela em uma bacia com gelo. Mexa com uma colher de pau até atingir a temperatura ambiente. Esse processo, chamado choque térmico, é importante para interromper o cozimento da papinha, garantindo a preservação das propriedades nutricionais e a menor perda de nutrientes.  Não é indicado deixar o alimento esfriando na panela.
  5. Já em temperatura ambiente, distribua as papinhas em potes. Retire todo o ar da embalagem, pressionando o centro da tampa plástica do pote semiaberto.
  6. Coloque etiquetas com a data e descrição dos ingredientes.
  7. Ao colocar as papinhas no freezer, distribua-as lado a lado e espere pelo menos 24 horas para só então empilhá-las. Essa medida é importante porque o processo de congelamento acontece nas primeiras 24 horas e, ao colocar as papinhas lado a lado, a passagem do ar entre os potes é facilitada, fazendo com que as papinhas sejam congeladas de forma uniforme.
  8. Na hora de descongelar a papinha, retire o pote do freezer e coloque-o na parte inferior da geladeira. O alimento estará descongelado em até 5 horas.
  9. Nunca descongele o alimento fora da geladeira em temperatura ambiente, pois desta forma ele estará mais propício à proliferação de bactérias.
  10. Após descongelada, aqueça a papinha no fogão em banho-maria ou na panela mesmo por alguns minutos.
  11. Evite o uso de micro-ondas, pois o equipamento corrompe as moléculas de DNA dos alimentos, o que faz com que o nosso organismo não consiga reconhecê-los. As micro-ondas agitam as células para se moverem mais rapidamente e este movimento causa fricção que altera a natureza, deturpando a composição original da substância, o que resulta na destruição de vitaminas, mineiras e proteínas, além de gerar uma substância chamada de compostos radiolíticos prejudicial ao organismo.
  12. Lembre-se: depois de descongelada, a papinha não pode ser congelada novamente.

Vale lembrar que durante o processo de congelamento o alimento pode sofrer alterações de cor, sabor e textura.

Se você quiser conhecer mais sobre o assunto, deixo a dica do e-book “O Manual das Papinhas” que é bastante completo e aborda tudo sobre a alimentação do bebê, além de dicas e receitas para facilitar o nosso dia a dia.

Gostou das dicas? Aproveite para compartilhar essas informações com outras amigas mamães e futuras mamães. Tenho certeza que muitas devem ter dúvidas sobre esse tema.

Beijos, da Mamãe Prática Fabi

Foto: Flicker – Eric Lewis

Nossos projetos ligados à alimentação infantil

Loja Mamãe Prática – marmitas, lancheiras, garrafinhas, cortadores e utensílios para lanchinhos e comidas divertidas
Criando AMORas – como fazer seu filho comer com prazer alimentos variados e saudáveis

clubeCadastre-se no Clube Mamãe Prática para receber nossos posts e novidades!

12 comentários em “Como congelar corretamente a papinha do bebê (12 dicas práticas)”

  1. Tenho disponibilidade de preparar a papinha todos os dias a noite. Gostaria de saber se nesse caso preciso congelar para o almoço do dia seguinte ou dá para conservar na geladeira? Na janta já vai comer frequinha.

    1. oi Rakel. Que ótimo que você tem essa disponibilidade! Nesse caso você não precisa congelar para o dia seguinte não. Pode deixar a papinha em um recipiente adequado na geladeira para o almoço do dia seguinte. Beijos, da Mamãe Prática Fabi

    1. Oi Denise, o ideal é deixar no freezer por até 1 mês. Até porque à medida que o bebê vai crescendo e nascendo os dentinhos você irá preparar novos alimentos com sabores e texturas diferentes. Beijos, da Mamãe Prática Fabi.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.