10 dicas para prevenir e tratar assaduras

Uma das piores coisas que podem acontecer com nossos bebês são as assaduras, não é? E se isso acontece a gente que é mãe acaba se sentindo super culpada por não ter evitado o problema (cabeça de mãe é fogo rs rs).

Há pouco tempo o Serginho teve pela primeira vez um pouco de assadura no bumbum por causa de uma diarreia que ainda estamos investigando (tudo indica que ele tem alergia à proteína do leite ou intolerância à lactose). Mas confesso que fiquei bastante angustiada, primeiro por não ter conseguido evitar a assadura e segundo porque demorou um pouco para passar. O jeito foi dar banho no pequeno toda vez que ele fazia o número 2 e enchê-lo de pomadas…

Ontem fui conferir o evento de lançamento do creme preventivo de assaduras Desitin, da Johnson & Johnson, e fiquei bem animada com a nova opção. Essa pomada faz muito sucesso lá fora e há tempos muitas mamães pediam para a marca trazê-la para o Brasil, provavelmente porque é um creme com textura suave e não oleosa, fácil de aplicar e remover.

Foto: Johnson & JohnsonAchei bem bacana as dicas sobre prevenção de assaduras que a pediatra Sabrina Battistella apresentou no evento, por isso, decidi dividir essas informações com vocês queridas leitoras. A médica explicou que a dermatite irritativa da área de fraldas (que conhecemos como assaduras) é o problema de pele mais comum nos dois primeiros anos do bebê e que algumas crianças podem ser mais suscetíveis.

O que acontece é que a pele do bebê na região das fraldas fica mais suscetível às irritações e infecções por causa do contato permanente com fezes e xixi (além de ser uma região mais “abafada” por causa da fralda), o que altera o pH da pele e fragiliza a barreira cutânea. “Se houver resíduo de fezes e urina, é o gatilho para o aparecimento do processo inflamatório”, explicou a pediatra Sabrina. Se não tratada corretamente, a dermatite da fralda pode levar a complicações como candidíase e infecções bacterianas.

Como prevenir e tratar:

  1. Mantenha o bebê sempre limpo e seco com trocas frequentes da fralda.
  2. Faça sempre uma boa higiene na hora de trocar a fralda. Use água morna, algodão e sabonete líquido ou lenço umedecido suave próprio para bebês. (não adianta usar só agua!)
  3. Não aperte demais a fralda. É importante deixar espaço para o ar circular e a pele do bebê poder respirar.
  4. Use creme preventivo contra assaduras em todas as trocas de fralda, criando uma barreira protetora.
  5. Seque bem o bebê antes de fechar a fralda para não deixar a região úmida.
  6. Redobre o cuidado nos momentos em que o bebê pode ter mais propensão a assaduras, como:  durante o nascimento de dentes que acontece a alteração do pH das fezes; quando houver uma mudança na dieta como introdução de novos alimentos ou de  ingredientes; ou quando o bebê tiver que tomar medicamentos como antibióticos.
  7. Se estiver amamentando evite frutas ácidas, como abacaxi, morango e laranja que podem favorecer as assaduras. O mesmo vale para a alimentação do bebê.
  8. Tente deixar o bebê alguns minutos sem fralda, por exemplo nos dias mais quentes, para a pele ficar menos abafada e mais ventilada.
  9. Observe se a fralda está causando alergias na pele do bebê e, se for o caso, troque de marca.
  10. Não use talco, pois o produto pode abafar a pele e irritara região.

Querida leitora, e na sua casa como é? Tem alguma dica para dividir com a gente para prevenir e tratar assaduras?

Beijos, da Mamãe Prática Fabi

Foto: Cristiano Borges

logo_ClubeMamaePratica

Cadastre-se no Clube Mamãe Prática para receber nossos posts e novidades!

5 comentários em “10 dicas para prevenir e tratar assaduras”

  1. Para quem tiver a oportunidade de obter produtos dos Estados Unidos recomendo a pomada A+D da cor marrom. Meu filho está com dois anos e nunca tivemos problemas com assaduras.

    1. oi Daniela. Interessante… muitos pediatras já não recomendam mais o uso de talco em bebês, pois poderiam “abafar” a região, além do risco do bebê aspirar as minúsculas partículas do pó. Vou aproveitar e sugerir esse assunto para uma das nossas colunistas esclarecer o tema. Beijos, Fabi

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.