Socorro: meu filho tem colesterol alto

Temos recebido muitos comentários de pais e familiares preocupados com o fato das crianças estarem com colesterol alto. Por isso, preparamos estes dois posts: “Crianças com colesterol alto: alimentos que podem e não podem entrar na dieta” e “Crianças com colesterol alto: uma visão médica”. Além disso, também enviamos algumas dúvidas de nossos leitores ao médico Moises Chencinski, especializado em Pediatria e Homeopatia, de São Paulo (SP). A seguir, ele responde os questionamentos dos nossos leitores. Confira:

“Olá! Minha filha de 6 aninhos está abaixo do peso e do tamanho e para complicar está com o colesterol alto, ama comer bastante arroz e feijão, pães e torradas, mas frutas e legumes não quer nem ver, ela precisa ganhar peso e como tem que controlar o colesterol fico com muito medo de ela ficar ainda mais magra por causa desse controle. O que posso fazer?”

Dr. Moises: Todo o controle precisa começar por uma avaliação médica e um diagnóstico clínico-laboratorial adequado (pediatra e, se necessário, endocrinologista, cardiologista, entre outros), uma orientação e acompanhamento nutricionais (nutricionistas, nutrólogos) e uma recomendação de atividade física apropriada para a idade. Nenhuma medida deve ser tomada, especialmente medicamentosa e alimentar, sem contar com a orientação de especialistas.

“Oi boa tarde meu filho tem 3 anos, não come besteiras, está com colesterol altíssimo, pq o que devo fazer? Estou desesperada. Tenho outro filho de 9 anos, alimentação é a mesma e está tudo ótimo com ele, não entendo me ajude por favor”

Dr. Moises: A avaliação médica e nutricional são fundamentais. Pela sua descrição, deve haver um fator hereditário e familiar presentes e isso também precisa ser levado em conta na questão do acompanhamento adequado. Alimentação equilibrada, atividade física regular e estilo de vida saudável são a base de qualquer plano terapêutico nesses casos.

“Tenho uma filha de 4 anos. No exame de sangue dela feito recentemente deu colesterol alto. Estou preocupada porque considero que ela tem uma boa alimentação, seu peso é ideal e eu e o pai dela não temos colesterol alto. Ela não come besteiras fora de casa e raramente come frituras. Já pesquisei uma enorme lista de alimentos que podem ser a causa do colesterol alto e a maioria foram descartados. O que eu faço? Pode ser uma falha nos exames? Preciso de ajuda porque vejo crianças que comem chocolates, salgados frituras etc… regularmente e não tem colesterol. Não entendo a causa e preciso muito identificar onde esta a falha”

Dr. Moises: Infelizmente, hoje em dia, não é apenas a questão alimentar do momento que determina quadros de aumento de índices de colesterol ou triglicérides. Quando você diz que ela tem o peso ideal é necessário avaliar a evolução de peso e estatura dela (com seu pediatra). Um dado de peso isolado não reflete a evolução dos dados.

Uma das possibilidades é sim uma avaliação inadequada dos exames. É necessário fazer pelo menos 8 horas de jejum nessa idade antes da coleta do exame. Seria interessante repetir para confirmar os dados. Além disso, você não especifica qual o tipo de colesterol que está aumentado. O total? O HDL (que é o bom colesterol e nesse caso isso é bom)? O VLDL (que tem relação com os triglicérides)? O LDL que é o colesterol ruim)?

A herança genética familiar pode levar a esse quadro, mesmo que não haja erro alimentar. Enfim, o ideal é conversar com seu pediatra para uma avaliação mais aprofundada e talvez até um especialista.

Leitoras, vocês também estão passando por isso? Têm em casa uma criança com colesterol alto? Esperamos que este post também possa ajudar vocês!

Beijos, da Mamãe Prática Mari.

Foto: Anissa Thompson/freeimages

logo_clubeCadastre-se no Clube Mamãe Prática para acompanhar nossos posts e novidades!

12 ideias sobre “Socorro: meu filho tem colesterol alto”

    1. Olá Clivia,

      É importante controlar mais as besteiras, evitá-las mesmo (só no final de semana, por exemplo). Algumas sugestões que eu daria para você:
      – Levar sua filha para participar com você no preparo dos alimentos, inclusive de verduras e legumes.
      – Insistir e não desanimar. Pode levar um tempo para a criança gostar de um novo alimento e, por isso, o importante é incluir legumes, frutas e verduras na rotina, no dia a dia mesmo.
      – Prepare um mesmo alimento de formas diferentes. Exemplo: um dia ofereça a cenoura como purê, no outro ralada (refogada junto com o arroz) e/ou ainda cortada em palitinhos.

      Aqui tem mais informações que talvez possam te ajudar:
      Como preparar legumes e saladas para as crianças
      10 dicas para ensinar seu bebê a gostar de frutas e legumes (você já não tem mais bebê, mas as dicas podem ser adaptadas para a sua filha. Veja o nosso vídeo, ao final, onde falamos da nossa experiência)
      Cardápio infantil semanal
      Crianças com colesterol alto: alimentos que podem e não podem entrar na dieta

      Espero ter te ajudado! Depois nos conte como foi!

      Beijos, da Mamãe Prática Mari

    1. Olá Valéria,

      Para a sua dúvida, consultamos a nossa colunista, a nutricionista Flávia Montanari. Seguem as suas orientações:

      “São vários fatores que devem ser trabalhados para diminuir o teor de colesterol… alimentação equilibrada e saudável, além da prática de atividade física… O suco de berinjela com laranja, assim como qualquer outro suco de fruta natural, seja com hortaliças ou não (sem adição de açúcar), é apenas um adendo para a melhora desta colesterol… O ideal é passar em consulta para ser trabalhado a rotina alimentar, juntamente com o profissional nutricionista.”

      Beijos, da Mamãe Prática Mari

  1. ola meu filho tem 7anos tem alteraçao no trigliceres pesa 50kg os medicos que ele passa nao me explicam nada so dizem que tem que fazer dieta e eu fico correndo de um lado para o outro sem saber o que faze mudei os alimmentos para integrais e estou controlando quantidade e horarios para alimentaçao qual profissional devo procurar para ser melhor orientada preciso cuidar do meu filho obrigado

    1. Olá Gleide,

      Você pode tentar buscar um médico ainda mais especializado no assunto, como um endocrinologista pediátrico que também auxilia no tratamento da obesidade e de suas complicações, como colesterol alto, diabetes tipo 2 e pressão alta (como explica nesse link a pediatra Adriana Beletato dos Santos Balancieri).

      Beijos

      Mamãe Prática Mari

  2. Boa noite! Acabei de chegar do Pediatra muito assustada minha filha de 2 anos esta com o colesterol alto. O médico passou remédio mas a minha preocupação é estou amamentando. A má alimentação da mamãe pode afetar?

    1. Olá Janaína,

      Para a sua dúvida, consultamos a pediatra Dra Claudete T. K. Closs, coordenadora do Programa de Aleitamento Materno da Prefeitura de Curitiba (Proama). Segundo a médica,”criança que mama no peito e se alimenta com a alimentação saudável sem produtos industrializados com 2 anos não terá colesterol alto. O Colesterol alto pode ocorrer por excesso de alimentos doces e gordurosos”.

      Portanto, fique tranquila em relação à amamentação, pois o leite materno só tem benefícios, como já divulgamos aqui. Outra dica é nosso outro post sobre criança com colesterol alto com informações do pediatra Moises Chencinski (veja aqui).

      Lembre-se que para as crianças comerem de forma saudável, também é importante que os pais comam de forma saudável, pois somos o exemplo para eles. Quem sabe esteja aí uma oportunidade para toda a família melhorar a alimentação … Aqui tem algumas sugestões de como oferecer legumes para as crianças.

      Beijos, da Mamãe Prática Mari

      1. MEU FILHO TEM 7 ANOS E TA COM COTESTEROL ATO SO QUE ELE E MAGRO QUAIS AS COMIDAS QUE ELES PODE COMER JAMAIS SUCOS ETC E SE BESTEIRA POSSO ABRIR UMA ECECAO SO PARA OS FINAIS DE SEMANA

        1. oi Ana, existem várias causas para o colesterol alto e inclusive fatores genéticos podem estar associados. Imagino que você já está fazendo acompanhamento com algum médico… Temos um post no blog com uma dica de cardápio para crianças com colesterol alto e você pode adaptar na sua casa, espero que ajude! E as besteiras o ideal é evitar mesmo e deixar apenas para o final de semana em quantidade moderada. Beijos, Fabi Fontainha

          – Alimentação saudável: cardápio para crianças
          https://mamaepratica.com.br/2016/07/07/alimentacao-saudavel-colesterol-alto/

  3. olá minha filha tem 3 anos e tá com o colesterol total ruim.Gostaria de umas receitas para ajuda-la na alimentação pois não sei montar as receitas.
    desde já grata.

    1. Olá Geovania, a alimentação para uma criança com colesterol alto deve ser o mais saudável e equilibrada possível, ou seja, com pouco açúcar, sem produtos industrializados e com muitos alimentos importantes para a nossa saúde, como legumes, verduras, carboidratos (como arroz e batata), grãos, frutas e proteínas.

      Em parceria com a nutricionista Priscila Maximino, estamos preparando um cardápio infantil semanal ideal para crianças com colesterol alto! Vai ao ar logo logo, então fique ligada aqui no blog. De qualquer maneira, já posso te adiantar algumas dicas da nutricionista:

      – É importante priorizar alimentos naturais e evitar produtos industrializados, como bolachas e biscoitos.
      – As crianças com colesterol alto devem consumir alimentos com gorduras boas, como abacate e peixes.
      – O arroz integral é indicado por ter as fibras que ajudam a diminuir a absorção do colesterol.
      – Se a criança não aceitar o arroz integral, pode-se tentar oferecer arroz branco cozido com um pouco de quinoa misturada em poucas quantidades

      Seguem também outras dicas de nutricionistas que também já participaram aqui do blog Mamãe Prática:
      “Como oferecer legumes para as crianças”
      “Como preparar legumes e saladas para as crianças”

      Espero ter ajudado!

      Beijos, da Mamãe Prática Mari

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *