Pedofilia: não feche os olhos para isso (como proteger nossos filhos)

Olá meninas! Estamos participando da blogagem coletiva na internet sobre a campanha “Pedofilia: não feche os olhos”, um tema sério, delicado e que não podíamos deixar de comentar aqui, pois esse mundo está cada vez mais doido e precisamos estar atentos para proteger os nossos filhos. #‎NãoFecheosOlhos‬ #ContraPedofilia‬

A iniciativa é do Instituto ABIHPEC (da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos) que tem se dedicado à causa por meio de campanhas e palestras que estimulam a discussão do tema. Leia aqui mais sobre esse projeto.

Na semana passada, o instituto reuniu em São Paulo jornalistas e blogueiras para assistir a palestra “Perfil do pedófilo, modus operandi, casos e prevenção” com as especialistas Andrea Freitas e Silvana Menezes, da Alesco Divisão Gestão de Riscos e Prevenção a Perdas. Recebemos o conteúdo dessa apresentação e selecionamos algumas informações para dividir com vocês.

Segundo as pesquisadoras, esse é o principal perfil dos pedófilos: 40% dos abusadores têm idade entre 18 a 40 anos; 35% até 17 anos e 25% mais de 40 anos. Além disso, grande parte desses criminosos utiliza as redes sociais para contatar as vítimas. Eles criam perfis falsos para oferecer concursos entre os adolescentes e requisitar fotos sensuais, seminuas e nuas para avaliação, que acabam sendo vendidas na internet. Muitas vezes esses contatos virtuais acabam se concretizando em encontros pessoais, com manipulação e envolvimento da vítima.

É importante conhecermos as situações de risco relacionadas à pedofilia para protegermos os nossos filhos, principalmente os adolescentes e pré-adolescentes. Essas são as situações de alto risco na internet:

  • Agendar encontro pessoal com alguém que conheceram online
  • Realizar upload (post) de fotos de si mesmos para páginas na internet ou serviços online que não conhecem pessoalmente
  • Passar dados pessoais (nome, endereço, nome da escola ou número de telefone pela rede)
  • Baixar imagens de fontes desconhecidas – há riscos de haver imagens sexualmente explícitas
  • Responder a mensagens ou postagens de boletins sugestivos, obscenos, agressivos ou ofensivos
  • Acreditar que o que é dito na internet seja verdade

Fonte: Adaptação das orientações do Site do FBI

“Cuidado com homens que se envolvem em atividades ligadas a jovens e não possuem filhos ou crianças daquela idade. Qualquer pessoa que se aproxime amigavelmente do seu filho, observe se possui amigos ou parceiros adultos. Se não possuir, evite deixá-lo sozinho com seu filho.”
Fonte: SALTER, Anna. C., 2009. Predadores. Pedófilos, estupradores e outros agressores sexuais. M.Books. p.204.

Algumas dicas do que podemos fazer para evitar que nossos filhos sejam expostos a esse risco:

  • Tenha um identificador de chamadas nos telefones e monitore as chamadas de celular dos filhos que têm celulares próprios.
  • Monitore o conteúdo do computador usado por seu filho.
  • Mantenha o computador de seu filho fora do quarto dele, preferencialmente na sala – local em que você pode realizar as monitorações.
  • Monitore todos os acessos de seu filho na internet (e-mail, chats, mensagens etc.).
  • Procure ter os telefones e endereços dos amigos.
  • Procure ter acesso às senhas dos filhos na internet.
  • Procure participar das reuniões de pais e mestres na escola do seu filho e observe se o comportamento dele é o mesmo ou se houve alteração e que tipo de alteração.
  • Converse com seu filho sobre a vitimização sexual e potencial perigo on-line.
  • Use uma parte do seu tempo com seus filhos online. Peça para eles mostrarem para você quais são as páginas/site favoritos.
  • Caso identifique algum relacionamento do seu filho na internet relacionado à pedofilia, jamais delete o conteúdo.

Fonte: Adaptação das orientações do Site do FBI

Os pais também devem ter especial atenção com seus filhos nas seguintes situações:

  • A criança passa grande parte do tempo online, especialmente à noite.
  • Você encontra pornografia em arquivos do computador ou em arquivos temporários da internet.
  • Seu filho recebe telefonemas de homens que você não conhece ou está fazendo chamadas, as vezes de longa distância, para números que você desconhece.
  • Seu filho aparece com celular (que comprou ou ganhou de alguém) e recebe ligações de pessoas desconhecidas.
  • Seu filho recebe ou aparece em casa com cartas, presentes ou pacotes de alguém que você não conhece.
  • Seu filho muda rapidamente a tela do monitor quando você se aproxima dele e do computador.
  • Seu filho está usando uma conta online pertencente a outra pessoa.
  • Seu filho muda de comportamento e se torna distante da família.

Para denúncias:
São Paulo – DHPP – Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa.
– E-mail: dhpp.pedofilia@policiacivil.sp.gov.br.
– Disque: (11) 3311-3535

Polícia Federal – http://denuncia.pf.gov.br/
– Preenchimento de formulário ou
– E-mail para denuncia.ddh@dpf.gov.br ou
– Disque 100

Você sabia?
18 de maio foi o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data foi instituída por lei federal no ano 2000 em memória da menina Araceli, de 8 anos, violentada e barbaramente assassinada, em 1973, no Espírito Santo.

#‎NãoFecheosOlhos‬ #‎ContraPedofilia‬

Se você quiser ler mais sobre essa campanha, fica a dica de outros blogs que também estão abordando o assunto:

A Casa do Pedrinho –  Proteja seu filho: pedofilia
As 2 partes Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual das Crianças e Adolescentes #nãofecheosolhos #contraapedofilia
Eu, ele e as crianças – Perfil Modos Operandi do Pedófilo
Mãe de meninas: Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual das Crianças e Adolescentes

Queridas, o principal objetivo desse post é levar informação e alertar para o tema. Quando estamos informadas e conhecemos o assunto fica mais fácil orientar e proteger a nossa família.

Beijos, da Mamãe Prática Fabi

Foto: bobthemastor/freeimages

logo_clube (1)Cadastre-se no Clube Mamãe Prática para receber nossos posts e novidades!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.