Bebê dormindo

6 motivos para não dar chupeta ao seu filho

Olá meninas, este post marca a estreia de mais uma colunista do blog Mamãe Prática: a Dra. Flavia Cury. Odontopediatra, ela vai trazer pra gente diversos assuntos e orientações que mais afligem as mães de bebês e crianças pequenas. E nesta estreia já começamos com um tema bastante polêmico: dar ou não chupeta para nossos filhos. Com a palavra, a Flavia Cury:

O ato de sugar a chupeta ajuda a aliviar a dor, porque relaxa o bebê, e por isso muitos pais recorrem a ela quando a criança sofre de cólica ou não está conseguindo se acalmar. Além disso, ao sugar, os batimentos cardíacos do bebê ficam mais regulares. Assim, o hábito de sucção é perfeitamente normal na infância e a principal vantagem do uso da chupeta é acalmar o bebê e ajudá-lo a dormir.

Mas se você optar por dar a chupeta ao bebê, é importante limitar o seu uso, ou seja, somente em situações em que desejamos acalmar o bebê e de preferência na hora de dormir (fora do berço não se deve usar chupeta). Outra dica é diminuir esse hábito de acordo com a idade da criança, ou seja, conforme a criança vai crescendo e dormindo menos, diminuímos o seu uso e a sua dependência. Recomenda-se que a criança já não esteja mais usando a chupeta com 2 a 3 anos de idade, pois existem diversas desvantagens do uso da chupeta. Veja a seguir:

6 motivos para não dar chupeta para seu filho

1. Pode favorecer otites
Existe uma relação comprovada entre o uso prolongado de chupeta e otites médias, ou seja, infecções de ouvido. Acredita-se que o uso da chupeta aumente a propensão da migração de infecções para a trompa de Eustáquio. Para evitar esse tipo de problema, limite o uso da chupeta à hora de dormir.

2. Pode aumentar o risco de infecções
O uso da chupeta já foi estatisticamente associado a um risco maior da presença de sintomas como vômitos, febre, diarreia e cólica, já que é quase impossível manter uma chupeta com higiene adequada.

3. Pode causar problemas dentais
O uso prolongado de chupeta e o costume de chupar o dedo podem causar problemas no desenvolvimento dos dentes, principalmente se a criança ainda tiver o hábito quando os dentes permanentes já estiverem nascendo. As arcadas dentárias ficam deformadas, a mordida aberta e ainda existe a possibilidade da criança apresentar mordida cruzada posterior (mordida incorreta). Se usada por crianças com 3 anos ou mais, a chupeta é prejudicial, pois produz deformação permanente nos maxilares ou deslocamento dentário.

4. Pode gerar problemas de fala
O uso da chupeta impede os bebês de emitir os primeiros sons que são uma etapa importante do processo de aprender a falar. Em crianças maiores, reprime a fala, inibindo o desenvolvimento da linguagem. Esse tipo de problema é amenizado se o uso da chupeta ficar limitado à hora do sono.

5. Pode prejudicar a amamentação
Existem fortes dados mostrando que mulheres que dão chupetas aos bebês têm maior probabilidade de desmamar os filhos mais cedo que mulheres que não dão a chupeta todos os dias.

6. Pode trazer outros riscos
Como nos primeiros anos de vida a criança não tem estabilidade no engatinhar e no andar, a chupeta na boca pode causar grandes danos perante uma queda.

Dra. Flavia Cury: odontopediatraDra. Flavia Cury é mãe de duas meninas já adolescentes (uma de 19 anos e outra de 17 anos). Enquanto estava no curso de especialização de Ortodontia, decidiu também fazer Odontopediatria, pois as duas especializações estão muito interligadas.

Meninas, esperamos que estas orientações sejam úteis para vocês! Enquanto a Fabi deu chupeta para o Serginho (limitando o hábito para a hora de dormir), a minha filha, a Manu, nunca usou chupeta (ela não aceitou).

Beijos, da Mamãe Prática Mari

Foto/Abertura: freeimages.com

Clube Mamãe PráticaCadastre-se no Clube Mamãe Prática para receber nossos posts e novidades!

12 comentários em “6 motivos para não dar chupeta ao seu filho”

  1. Adorei o post,meu bebê tem dois meses e n chupa chupeta,e MTS ainda insistem para que eu dê, eu e meu esposo não vemos a necessidade da chupeta…adorei muito bem explicado,parabéns!

  2. Oi, minha filha tem 7 meses e não aceitou a chupeta, insisti muito, mas não quis. Em compensação chupa língua que eu acho pior, pois fica mais difícil de fazer parar, a pediatra dela pediu que eu procurasse uma odontopediatra pra que me ensine alguma técnica pra que ela deixe de chupar a língua. Vcs poderiam escrever sobre esse tema. Grata

    1. Olá Rayula!

      Estamos passando sua solicitação para a nossa colunista e vamos analisar a sua sugestão. Obrigada por nos acompanhar e um beijão na sua princesa 🙂

      Beijos, da Mamãe Prática Mari

  3. Que merda esse post.perdi meu tempo lendo! Pode sim causar esses 06 sintomas se a criança não fizer mais nada só viver sugando chupeta! Tudo tem seus efeitos negativo. Tipo o andador também. Só eh fazer tudo com moderação. Desde quando existe algo 100%seguro para criança! ?

    1. Olá Tassia. O risco de problemas gerados pela chupeta aumenta conforme o tempo de uso e, principalmente, se a criança não deixar a chupeta até a idade recomendada, em torno de 3 anos.

  4. Ola gostei muito do post, traz informaçoes reais e úteis. Felizmente nao dei chupeta para minhas duas filhas caçula porem ambas chupam o dedo e isso me da muito trabalho, pois nao consigo fazer elas largarem e acho que a chupeta seria mais facil

    1. Olá Edna!

      A minha pequena também não pegou chupeta e por volta de 1 ano chupava o dedo para dormir. Por isso, fiz alguns posts sobre o assunto com algumas dicas do que podemos fazer nestes casos. Também tem um post de como a minha filha deixou o hábito!

      Veja aqui:
      Chega de chupar o dedo
      Meu filho só dorme com o dedo na boca
      Como a Manu deixou de dormir com o dedo na boca (a minha experiência)

      Depois me conte como foi (se alguma dica te ajudou) 🙂

      Beijos, da Mamãe Prática Mari

  5. Minha filha usa desde a maternidade, o uso precoce foi por conta da fototerapia. Ela só suportou os O5 dias, graças a chupeta. Enquanto, o desenvolvimento,em nada afetou. É preciso se parar com essa regras, cada criança se porta e reage de uma forma.

    1. Olá Clarice,

      Os problemas gerados pela chupeta aumentam conforme o tempo de uso (principalmente o uso exagerado) e se a criança não deixar a chupeta até a idade recomendada, em torno de 3 anos. Esta costuma ser a orientação de odontopediatras e fonoaudiólogos baseados em atendimentos clínicos e estudos.

      Beijos, da Mamãe Prática Mari

  6. Olá, adorei o post meu bebê tem seis meses, ofereci a chupeta a ele dias depois que nasceu quando percebi ele constantemente chutando o dedo, conversei com a pediatra e ela acabou concordando por conta da insistência dele com o dedo, mas tenho cuidado com a higiene e horário de uso.

    Abraços. Fabiana

    1. oi Fabi (minha xará), que bom que gostou do post. Realmente é um tema delicado. Legal que você tem essa preocupação do “uso com moderação”, dessa forma seu filho poderá largar a chupeta mais rápido, sem ficar tão dependente dela. Beijos, da Mamãe Prática Fabi

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.