Arquivo da tag: seletividade alimentar

Halloween saúdavel: 15 ideias simples com frutas e vegetais

Olá! Selecionei 15 inspirações de comidas divertidas (ou pratinhos divertidos) no tema Halloween Saudável.

Estas ideias podem ser usadas da seguinte forma: para decorar a sua festa de Halloween (da família ou do prédio, por exemplo); para decorar uma festa de aniversário no tema Dia das Bruxas; para você fazer como uma oficina infantil (levando as crianças para a cozinha); para você incentivar a criança que você tem aí a comer melhor, de forma mais saudável e variada.

Continue lendo Halloween saúdavel: 15 ideias simples com frutas e vegetais

15 dicas para levar as crianças para a cozinha

Lugar de criança é na cozinha? Claro! Mas, na prática, essa ainda é uma cultura distante de muitos lares brasileiros.

Geralmente chamamos as crianças para comer quando a refeição já está pronta e, algumas vezes, o momento é acompanhado por conflitos, pois os filhos dizem que não estão com fome ou não querem o que foi colocado na mesa. Ao mesmo tempo, não querem parar a brincadeira para almoçar ou jantar. Isso soa familiar na sua casa?

Continue lendo 15 dicas para levar as crianças para a cozinha

meu filho não quer comer! Inscrições abertas para o curso online do criando amorAS

Quando a criança não quer comer: mães podem mudar essa situação ao se inscrever no curso online do Criando AMORas que está com as inscrições abertas para a Turma de Setembro!

Continue lendo meu filho não quer comer! Inscrições abertas para o curso online do criando amorAS

Como fazer seu filho comer por meio do brincar

Brincando com seu filho, você pode fazer a criança comer com muito mais prazer.

Por meio do brincar e da empatia, você pode ajudar seu filho que não come a aceitar com menos resistência uma maior variedade de alimentos.

Continue lendo Como fazer seu filho comer por meio do brincar

Seletividade alimentar: por que não rotular a criança?

Olá mamãe! Você sabia que a seletividade alimentar das crianças é algo bastante complexo? Ela é tão complexa que, em muitos casos, recomenda-se um diagnóstico e acompanhamento multidisciplinar da criança, envolvendo profissionais como nutricionistas, psicólogos, pediatras e fonoaudiólogos, por exemplo.

Ao mesmo tempo, é comum as crianças terem preferências alimentares, assim como os adultos. Pense em você mesma: o que você gosta e o que não gosta de comer?
Continue lendo Seletividade alimentar: por que não rotular a criança?